Segunda, 24 de setembro de 2018
(86) 99915-1055
Esportes - VAR

Postada em 20/06/2018 ás 09h18 - atualizada em 20/06/2018 ás 12h30

Publicada por: Redação

Fonte: Estadão

Fifa se recusa a fornecer gravações do jogo Brasil x Suíça
A entidade máxima do futebol, inclusive, saiu em defesa de seus árbitros.
Fifa se recusa a fornecer gravações do jogo Brasil x Suíça

Foto: REUTERS/Marko Djurica

A Fifa não irá fornecer à CBF o áudio das conversas entre os árbitros e nem as imagens do jogo entre Brasil e Suíça. Nesta quarta-feira, a entidade respondeu à queixa dos brasileiros no que se refere à utilização do VAR durante a polêmica arbitragem do mexicano Cesar Ramos.

Mas indicou que não irá repassar os áudios e imagens do jogo, bem como dos contatos entre os árbitros e a cabine de apoio do VAR, como a CBF havia solicitado. A entidade máxima do futebol, inclusive, saiu em defesa de seus árbitros. Mas a Confederação Brasileira considera que a ação foi positiva para "reacender o debate" e admite ter ficado satisfeita com a resposta recebida.

A queixa brasileira abriu uma caixa de Pandora dentro da Fifa, que esperava se manter em total silêncio sobre a tecnologia até o final da primeira fase da Copa do Mundo.

Oficialmente, a Comissão de Arbitragem se apressou em garantir que o juiz da partida não errou no lance envolvendo o gol de empate da Suíça e que o sistema funciona perfeitamente.

"Deve ser notado que a Fifa está extremamente satisfeita com o nível de arbitragem e a implementação êxitos do sistema VAR, que no geral foi positivamente aceita e apreciada dentro da comunidade do futebol", declarou a Fifa num comunicado na terça-feira.

"Reconhece-se que ainda haverá discussão e opiniões divididas sobre certas decisões", completou a Fifa, que prometeu uma coletiva de imprensa ao final da fase de grupos para avaliar a situação.Em carta, a Fifa ainda sai em defesa de seu sistema. Segundo ela, o VAR não foi criado para resolver 100% dos casos polêmicos e de dúvidas durante um jogo e que ele é apenas acionado em caso de um erro "claro". A entidade ainda diz que todos os lances foram apitados corretamente, inclusive o gol da Suíça e o lance em que Gabriel Jesus cai na área.

Quanto à recusa em passar o áudio, a explicação dada era de que uma divulgação comprometeria o trabalho da arbitragem e a privacidade das comunicações entre os juízes. Numa resposta padrão, a Fifa assim tenta colocar um fim ao debate com o Brasil, deixando claro que não vai aceitar uma interferência em sua arbitragem. Para a CBF, porém, a iniciativa cumpriu seu papel, ao exigir que a Fifa avalie seus procedimentos.

 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Amarante-PI Por Diogo Costa

Mercadinho 'O Afonsinho' você encontra tudo que você precisa; confira

Castelo do Piauí Por Aline Raquel

Projeto Rondon realiza reunião com municípios da Operação Rio Parnaíba

Beneditinos Por Cascatinha Pessoa

Motorista sofre acidente ao descer barranco com trator na PI 224

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Conheça a Style Multimarcas Oficial sua mais nova loja Online em Moda Mascu

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Apoiadores do deputado Limma realizaram reunião no povoado Faveira

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium