Segunda, 23 de julho de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
(86) 99840-9442
Gustavo Miranda

Gustavo Miranda

Gustavo Miranda Publicitário por amor. Formado em Publicidade e Propaganda pela faculdade Aespi.Ama Deus e a família sobre todas as coisas. Curioso é a melhor definição desse publicitário que ama a profissão e busca referências e aprendizado a todo instante. Instagram: @gustavomiranda00

[email protected]

(86) 99840-9442

Cultura - Artesanato do Bem

Postada em 27/06/2018 ás 09h32 - atualizada em 27/06/2018 ás 12h34

Publicada por: Gustavo Miranda

Casa de Palha auxilia mulheres a superar dificuldades através do artesanato
Para algumas dessas mulheres o projeto realizado pela Casa de Palha é visto como uma oportunidade de aprender.
Casa de Palha auxilia mulheres a superar dificuldades através do artesanato

Foto: Karoline Sampaio

 Através do Projeto Artesanato do Bem, a ONG Casa de Palha, localizada no centro da cidade de Timon (MA), vem ajudando mulheres da região e pessoas acolhidas a vencer na vida, ganhar renda extra e também esquecer um pouco dos problemas causados após o diagnóstico de câncer. 

Uma vez por semana é realizada uma oficina de artesanato com o auxílio da voluntária, psicopedagoga e especialista em reabilitação cognitiva Creuza Alves. “Eu venho trabalhando as dificuldades de aprendizado delas através da terapia e do artesanato. Desde criança eu já trabalhava como voluntária, é uma coisa de família. Com eu me aposentei e não queria ficar em casa, comecei a participar de projetos como esse, visitar ONGs e comunidades, compartilhando meu trabalho. Eu me sinto realizada como pessoa e como profissional pois é totalmente gratificante”, disse Creuza.

Segundo a assistente social da Casa de Palha, Ravane Sena, o Projeto Artesanato do Bem vem sendo realizado para estimular a convivência entre as mulheres, a troca de experiências e também a autoestima das pessoas que participam. A assistente social explicou que as oficinas são realizadas todas as quintas-feiras, e algumas mulheres após participarem, seguem reproduzindo o que aprendem. “O artesanato promove uma geração de renda para elas, pois muitas tiveram que abandonar seus empregos. É uma atividade que podem fazer em casa, ou até mesmo no hospital enquanto acompanham os filhos. Toda semana temos uma técnica nova”, explicou Ravane.

Mesmo com as dificuldades financeiras para conseguir material para confeccionar as peças de artesanato, Elane Gonçalves, uma das participantes da oficina, relatou que consegue lucrar fazendo o que aprendeu durante os cursos de artesanato.

“Não ganho muito, pois não tenho dinheiro para comprar o material para fazer, mas eu faço e vendo. Se eu tivesse material, não brincava em serviço. Aprendi muito na Casa de Palha com o artesanato, gostei muito. O artesanato dá lucro sim, se eu tivesse recursos daria para gerar ainda mais”, disse Elane.

Para algumas dessas mulheres o projeto realizado pela Casa de Palha é visto como uma oportunidade de aprender e esquecer por um momento das complicações do câncer, enquanto se divertem e começam a fazer algo novo. É o caso de Luzenir Lima, que demonstrou alegria ao falar das atividades desenvolvidas na ONG. “Aqui é uma casa de acolhimento que nos recebem bem. Meu bem estar melhorou muito depois que comecei a vir para cá. Aqui é só alegria. Eu me sinto bem acolhida, é como se fosse minha família”, disse Luzenir. “Aquele tempo em que a gente está fazendo o artesanato, está esquecendo de todos os problemas e virando uma coisa melhor na mente das pessoas que atravessam a dificuldade que é esse tratamento”, finalizou.

Por: Josefa Geovana e Karoline Sampaio.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista ADV
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium