Segunda, 24 de setembro de 2018
(86) 99915-1055
Política - Ex-presidente

Postada em 01/09/2018 ás 07h48 - atualizada em 02/09/2018 ás 08h56

Publicada por: Gustavo Miranda

Fonte: El País

TSE decide rejeitar a candidatura de Lula a presidente
O TSE também deu um prazo para que o PT substitua em até dez dias o nome do petista.
TSE decide rejeitar a candidatura de Lula a presidente

Foto: Reprodução

Após uma longa sessão, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral)decidiu, já na madrugada de sábado, negar a Luiz Inácio Lula da Silva o direito de concorrer novamente à presidência da República, com base na Lei da Ficha Limpa, que veta como candidatos condenados por corrupção em segunda instância. Preso desde abril em Curitiba, Lula foi sentenciado a 12 anos e um mês de prisão, no âmbito da Operação Lava Jato, pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Por 6 votos a um — o ministro Edson Fachin saiu do script esperado sendo o único a dizer que o Brasil deveria seguir a decisão do Comitê de Direitos Humanos da ONU a favor de Lula—, o TSE também deu um prazo para que o PT substitua em até dez dias o nome do petista, líder em todas as pesquisas de opinião, como candidato a presidente.

Até que essa substituição seja feita, o partido fica proibido de fazer atos de campanha citando Lula como postulante e também não poderá exibi-lo desta maneira no horário eleitoral gratuito de TV, que começa a ser transmitido em blocos diários neste sábado. Nos últimos minutos do julgamento, o PT mostrou já ter um plano B na manga e o advogado do partido, Luiz Fernando Pereira, pediu permissão para dizer que a legenda já tinha preparado um material sem Lula, apenas com o vice Fernando Haddad, que gostaria de enviar às TVs. Diante do fato novo, os ministros do TSE se reuniram para debater a possibilidade e, no final, decidiram permitir a solução.

A jogada do PT é uma pequena vitória tática, já que tira algo da pressão sobre a pergunta que paira sobre a legenda: quando a sigla vai registrar  Haddad como cabeça da chapa? Oficialmente, o partido diz que vai insistir nos recursos legais a que Lula tem direito. A defesa fala de entrar no próprio TSE, no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF). O partido divulgou uma dura nota contra a decisão. O problema é se a insistência na via legal acabar por tirar tempo de exposição de Haddad. É isso que a sigla deseja evitar a todo custo, e para isso insistiu para não perder o programa de estreia e citou até o caso de Eduardo Campos (PSB), morto em plena campanha em 2014. Com a resolução, Lula poderá, como apoiador, ocupar até 25% do tempo do PT na propaganda gratuita.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Amarante-PI Por Diogo Costa

Mercadinho 'O Afonsinho' você encontra tudo que você precisa; confira

Castelo do Piauí Por Aline Raquel

Projeto Rondon realiza reunião com municípios da Operação Rio Parnaíba

Beneditinos Por Cascatinha Pessoa

Motorista sofre acidente ao descer barranco com trator na PI 224

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Conheça a Style Multimarcas Oficial sua mais nova loja Online em Moda Mascu

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Apoiadores do deputado Limma realizaram reunião no povoado Faveira

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium