Sexta, 21 de setembro de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
86 99921-3244
DOUGLAS FERREIRA

DOUGLAS FERREIRA

O Repórter e o Fato Douglas Ferreira é jornalista profissional e bacharel em Direito. Foi secretário de Comunicação em Caxias, no Maranhão e assessor de imprensa da CNBB e do Tribunal de Justiça do Piauí. Reportou para os portais AZ e 180 graus. Foi repórter das TVs Clube e Meio Norte e há 17 anos é repórter titular da TV Antena 10. Email:[email protected]

[email protected]

86 99921-3244

Teresina - Eleições 2018

Postada em 10/09/2018 ás 17h37 - atualizada em 10/09/2018 ás 17h47

Publicada por: O Repórter e o Fato

Dionísio reclama de Fundo e Rede diz que cumpre orientação da Nacional
O candidato a deputado federal diz que só Irmã graça recebeu o Fundo Partidário de R$ 190 mil
Dionísio reclama de Fundo e Rede diz que cumpre orientação da Nacional

O candidato a deputado federal, pela Rede Sustentabilidade, Dionísio Carvalho recorreu à mídia e as redes sociais para reclamar do Ministério Público Eleitoral que quer impugnar a candidatura dele por conta do uso do chapéu de vaqueiro. Dionísio faz uso do assessório há doze anos e já o incorporou a seu vestuário.

“Fui candidato na eleição passada e a Justiça Eleitoral não implicou com o meu chapéu”, argumenta.

Outro que também teve pedido de impugnação da candidatura por conta do chapéu foi o cantor Frank Aguiar, do Solidariedade. O candidato ao senado conseguiu na sessão de hoje do TRE assegurar o uso do assessório que também o acompanha a mais de duas décadas.

“Eu espero da Justiça o mesmo tratamento dispensado ao Frank pois o meu chapéu também já faz parte da minha vida pessoal e pública”, declarou Dionísio.

Mas o chapéu não é o único problema que ele diz enfrentar nesta campanha. O candidato denuncia a exclusão dele e dos demais candidatos da Rede dos recursos do Fundo Partidário. Segundo Dionísio a Rede estaria privilegiando a candidata Graça Hermes da Costa Nunes, a Irmã Graça.

“A candidata Irmã Graça recebeu do Fundo um total de R$ 190 mil reais, enquanto que os demais candidatos não receberam nenhum tostão. Isso não é justo”, criticou o homem do chapéu de vaqueiro.

Nós procuramos a direção da Rede e a candidata Irmã Graça para esclarecer os fatos. O presidente do partido apresentou um áudio do Porta Voz Nacional da Rede, Pedro Ivo, onde ele assegura que a distribuição dos R$ 10 milhões a que a Rede faz jus nesta eleição para custear a eleição nacional “obedeceu critérios de prioridade”. Marina Silva que na última eleição dispôs de R$ 24 milhões agora só vai poder gastar R$ 5 milhões. Disse ainda que esta foi “uma decisão da nacional e não do diretório estadual do partido”.

Já Ildemar Silva, presidente da Executiva Estadual da Rede, disse que a verba veio carimbada em nome da Irmã Graça. “Mas mesmo assim, procuramos atender as demandas dos candidatos com: aluguel de veículos, assessoria jurídica, contábil e material gráfico”, destacou.

Para o presidente, “a Rede está seguindo a risca as determinações e as orientações da nacional”.

A candidata a deputada federal Irmã Graça disse que, “somos uma família. É isso que Marina prega. Queremos construir um país diferente”.

Fotos: Douglas Ferreira

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista ADV
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium