Sexta, 22 de junho de 2018
(86) 99915-1055
Geral - Deputados

Postada em 30/11/2017 ás 10h31 - atualizada em 30/11/2017 ás 11h37

Publicada por: Redação

Fonte: CNM

Câmara aprova em primeiro turno PEC dos Precatórios
A proposta original seguiria diretamente para a promulgação do Congresso Nacional e logo entraria em vigor.
Câmara aprova em primeiro turno PEC dos Precatórios

Foto: Divulgação

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro turno, o substitutivo da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 212/16. A matéria aumenta de 2020 para 2024 o prazo final para Estados, Distrito Federal e Municípios quitarem seus precatórios. Agora, a proposta deverá ser analisada em segundo turno, após cinco sessões de discussão no Plenário da Casa. Em seguida, volta para o Senado, já que houve modificações no texto original.

Embora o texto original, oriundo do Senado, seja considerado o mais adequado, a Confederação Nacional de Municípios (CNM) aponta que a matéria não deixa de ser benéfica ao municipalismo brasileiro e a aprovação do substitutivo representa avanços para os Municípios, especialmente diante dos altos comprometimentos das receitas municipais em razão dos precatórios, que superam a marca de R$ 40 bilhões. A matéria compõe a pauta prioritário do movimento municipalista.

Os precatórios consistem em dívidas contraídas pelos governos em todas as esferas quando são condenados pela Justiça a fazer um pagamento após o trânsito em julgado. O regime especial para pagamento das dívidas já existe e foi disciplinado pela Emenda Constitucional 94, que inclui precatórios pendentes até 25 de março de 2015 e aqueles a vencer até 31 de dezembro de 2020.

Texto do Senado

A proposta original seguiria diretamente para a promulgação do Congresso Nacional e logo entraria em vigor. Além disso, a medida prevê limitação do parcelamento em relação à receita de cada Município, e permite que os Municípios realizem acordos diretos com os credores. 

Acima de tudo, o prazo de parcelamento determinado pela proposta do Senado é de dez anos a partir de sua aprovação, enquanto no substitutivo da Câmara, o prazo é em 2024, independente da data de promulgação da emenda

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista R10

»

Francisco Ayres-PI Por R10 municípios

Secretaria municipal de saúde realiza campanha de verminose em escola do município

Cabeceiras do Piauí Por Francisco Rocha

Vereadores de Cabeceiras solicitam reforço do policiamento no município

Conceição do Canindé-PI Por Roni Silva

Programa Criança Feliz Realiza Encontro com usuários

São Pedro do Piauí Por Adriano Sousa

Corte do bolo de 81 anos de São Pedro contou com W. Dias, deputados e prefeitos

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Francisco Limma (PT) desafia a oposição a provar denúncias

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium