Segunda, 19 de fevereiro de 2018
(86) 99915-1055
TRF

Postada em 04/12/2017 ás 10h18 - atualizada em 04/12/2017 ás 11h09

Publicada por: Redação

Fonte: Agência Brasil

Justiça libera propaganda sobre reforma da Previdência
Trata-se da segunda vez em que uma decisão da Justiça Federal leva à interrupção da publicidade do governo sobre a reforma da Previdência.
Justiça libera propaganda sobre reforma da Previdência

Foto: Divulgação

O desembargador Hilton Queiroz, presidente do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1), derrubou ontem (3) a decisão liminar (provisória) que havia suspendido a veiculação da campanha publicitária do governo federal sobre a reforma da Previdência.

Para Queiroz, ao decidir suspender a propaganda da Previdência, a juíza federal Rosimayre Gonçalves de Carvalho praticou uma “grave violação à ordem pública”. O desembargador escreveu ainda que a liminar representava “explícita violação ao princípio constitucional da separação de Poderes”.

A suspensão da exibição das peças publicitárias foi solicitada a partir de uma ação protocolada pela Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Anfip), entre outras entidades.

Na decisão pela suspensão, proferida na semana passada, a juíza Rosimayre Gonçalves de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, entendeu que o conteúdo das peças publicitárias veicula desinformações.

"A notícia leva a população brasileira a acreditar que o verdadeiro motivo do déficit previdenciário é decorrência exclusiva do regime jurídico do funcionalismo público, sem observar quaisquer peculiaridades relativas aos serviços públicos e até mesmo às reformas realizadas anteriormente. Essa diretriz conduz a população ao engano de acreditar que apenas os servidores públicos serão atingidos pela mudança", disse a juíza.

No dia seguinte à suspensão, a Advocacia-Geral da União recorreu ao TRF1. No pedido, a AGU argumentou ser dever da União “demonstrar à população a necessidade de mudança do sistema previdenciário diante da possibilidade concreta de ausência de recursos para fazer frente ao pagamento de aposentadorias”.

Trata-se da segunda vez em que uma decisão da Justiça Federal leva à interrupção da publicidade do governo sobre a reforma da Previdência. Em março, a juíza Marciane Bonzanini, da 1ª Vara Federal de Porto Alegre, também ordenou a suspensão das propagandas. A decisão acabou revertida pelo TRF4.

 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista R10

»

Guadalupe-PI Por Euclides Alves

Liberados recursos para asfaltamento da avenida Manoel Ribeiro da Fonseca

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Aula Inaugural marca início do ano letivo 2018

Colônia do Gurguéia-PI Por Geney Ribeiro

Prefeita Doquinha climatiza UBS e melhora a qualidade no atendimento

Landri Sales-PI Por Mateus Guedes

Semana Pedagógica 2018 em Landri Sales

São Pedro do Piauí Por Adriano Sousa

Wellington Dias lidera as intenções de voto em todos os cenários em 2018

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium