Quarta, 21 de fevereiro de 2018
(86) 99915-1055
Fraude em concurso

Postada em 14/12/2017 ás 09h00 - atualizada em 14/12/2017 ás 13h47

Publicada por: Redação

Operação cumpre mandados em casas de prefeito e vereadores do Piauí
A operação tem por objetivo desarticular grupo criminoso cuja atuação culminou em fraude ao concurso público da prefeitura de Bom Princípio.
Operação cumpre mandados em casas de prefeito e vereadores do Piauí

O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO), deflagrou nesta quinta-feira  (14)  a 'OPERAÇÃO BONS PRINCÍPIOS' que tem por objetivo desarticular grupo criminoso cuja atuação culminou em fraude ao concurso público da prefeitura de Bom Princípio do Piauí em 22 de janeiro de 2017.

Ao todo estão sendo cumpridos 13 mandados de buscas e apreensões nas cidades de Teresina, Bom Princípio, Parnaíba e Luís Correia. Dentre os alvos das buscas estão as residências do Prefeito e cinco vereadores do município de Bom Princípio do Piauí, um oficial da Polícia Militar, além dos proprietários da empresa Água Marinha Consultoria e Projetos LTDA ME.

A Operação contou com apoio de cerca de 60 policiais civis do GRECO, POLINTER, DECCOTERC, DRCI, HOMICÍDIOS, DELEGACIA REGIONAL DE PIRIPIRI  e DIRETORIA DE INTELIGÊNCIA, além de contar com a participação de membros do TCE, CGU e Ministério Público Estadual por meio do GAECO, estes, integrantes da Rede de Controle do Piauí.

O concurso

A prefeitura de Bom Princípio do Piauí lançou edital do concurso público em novembro de 2016, para preenchimento de 62 vagas efetivas, além de formação de cadastro reserva no quadro geral de pessoal. As oportunidades eram para candidatos de todos os níveis de escolaridade e com salários de R$ 880,00 a R$ 5.928.00. A empresa Água Marinha e Consultoria e Projetos foi a responsável pela realização do certame.

No entanto, uma decisão do TCE, determinou a suspensão do concurso após constatar irregularidades, entre elas, a não disponibilização, por parte do prefeito municipal, de informações sobre  a realização do certame ao órgão, além de falhas encontradas na elaboração no edital. Posteriormente, a decisão foi revogada e o concurso foi autorizado. 

As investigações da polícia, apontam que alguns dos candidatos aprovados e depois nomeados teria sido favorecidos, pois tinham ligação com o prefeito e vereadores da cidade.

 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista R10

»

Miguel Alves-PI Por Dênis Sousa

Prefeitura de Miguel Alves se pronuncia sobre o Empreendimento Habitacional

Joaquim Pires-PI Por João Victor

NASF Realiza Projeto com Grupo de Pessoas com Sobrepeso e Obesidade

Lagoinha do Piauí Por Mysael Santana

Prefeito Dr Alcione viaja a Brasília em busca de recursos para o município

Guadalupe-PI Por Euclides Alves

Prefeitura pagará Piso Nacional aos professores de Guadalupe

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Assistência Social de Água Branca realiza reunião com pais de crianças do SCFV

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium