Terça, 21 de agosto de 2018
(86) 99915-1055
CONPIALPER superbanner posição 3
Política - Presidente

Postada em 25/09/2017 ás 11h50 - atualizada em 25/09/2017 ás 12h15

Publicada por: Bruna Dias

Fonte: Uol

Base do governo já admite fatiar denúncia contra Temer e ministros
O presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), vinha defendendo o fatiamento, mas agora diz ter dúvidas.
Base do governo já admite fatiar denúncia contra Temer e ministros

Foto: Folha de S. Paulo

Aliados do presidente Michel Temer (PMDB) admitem o desmembramento da segunda denúncia da Procuradoria-Geral da República contra o presidente na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. Embora a tendência ainda seja de tramitação conjunta das acusações contra Temer e os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência), ganha força na Casa a avaliação de que a denúncia merece análise em separado.

"Se houver condição regimental de separar, sou a favor", disse o vice-líder do PMDB, Carlos Marun (MS). Aliado de Temer na CCJ, o deputado Fausto Pinato (PP-SP) afirmou que não leu o conteúdo completo da denúncia, mas considerou que, inicialmente, ela deve ser separada.

"Por segurança jurídica, não se pode colocar ministros no mesmo patamar do presidente da República. Será que todos praticaram a mesma conduta?", disse Pinato.

O presidente da CCJ, deputado Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), vinha defendendo o fatiamento, mas agora diz ter dúvidas. "Tomarei essa decisão [sobre a tramitação após terminar um estudo que estou elaborando com a assessoria da CCJ."

'Diferente'

O fatiamento da denúncia é defendido pelo Centrão --bloco formado por deputados do PP, PR, PSD, PTB, Solidariedade e PRB-- e pela oposição. "O mais correto é a Câmara processar separadamente porque as consequências são diferentes. Nocaso do presidente, ele é automaticamente afastado.

No caso dos ministros, não há uma previsão na Constituição", disse o deputado Alessandro Molon (Rede-RJ). Se juntarem forças, Centrão e oposição teriam mais da metade dos 66 titulares da comissão, o que poderia atrapalhar os interesses do Planalto. As informações são do jornal "O Estadão de S. Paulo". 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

São João da Serra Por Cosme Jales

Pais são homenageados na Igreja O Brasil Para Cristo

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Secretária de Educação de Água Branca participa de fórum em Recife

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Prefeito Joel visita obras do conjunto habitacional Alto da Cruz

Barra D'alcântara Por Cleiton Brito

Secretaria de Assistência Social Realizará nesta terça-feira a VI Conferência Municipal

Corrente-PI Por Aline Moura

Secretaria de Saúde dá início às ações do ‘Agosto Dourado’ com palestra sobre aleitamento materno

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium