Quinta, 16 de agosto de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
(89) 9403-1594
Lagoa do Barro do Piauí

Lagoa do Barro do Piauí

Delvani Alves Correspondente do município.

[email protected]

(89) 9403-1594

Cidades - Complexo Eólico

Postada em 03/10/2017 ás 09h02 - atualizada em 03/10/2017 ás 09h04

Publicada por: R10 municípios

Fonte: Marina Ribeiro/CCOM

Complexo Eólico de Lagoa do Barro alavanca o desenvolvimento do município
O empreendimento é uma iniciativa pioneira da Atlantic, que tem como parceira a líder global em energias renováveis, Acciona.
Complexo Eólico de Lagoa do Barro alavanca o desenvolvimento do município

O Complexo Eólico Lagoa do Barro será composto por oito parques eólicos que terão 195 megawatt de capacidade, distribuídos em 65 aerogeradores, cada um com 120 megawatt.

Na primeira etapa do projeto, o investimento chegará a US$ 1,2 bilhão. O presidente da Atlantic Energias Renováveis, José Roberto de Moraes, falou do impacto das instalações na economia da região e já gerou mais de 500 empregos, sendo 204 vagas à população de Lagoa do Barro, as demais requer especializações que não foram encontradas na região.

O governador Wellington Dias participou, no fim da manhã desta quinta-feira (28), de visita técnica ao Complexo Eólico Lagoa do Barro. O empreendimento é uma iniciativa pioneira da Atlantic, que tem como parceira a líder global em energias renováveis, Acciona. O Complexo Eólico Lagoa do Barro será composto por oito parques eólicos que terão 195 megawatt de capacidade, distribuídos em 65 aerogeradores, cada um com 120 megawatt.

O governador Wellington Dias ressaltou a importância da instalação do Complexo para o desenvolvimento econômico de Lagoa do Barro e também do Estado. "A geração de energia é uma necessidade para o desenvolvimento. Você não vai encontrar nenhum lugar do mundo que conseguiu se desenvolver sem que tivesse solução para energia. O Piauí já produz energia hidrelétrica, eólica, solar, energia com termoelétrica e já produzimos o que piauiense consome, além de já exportamos energia”, destacou. “O que no passado era problema, sol e vento, hoje é fonte de riqueza. Serão implantados além da fábrica, projetos de geração de energia. Já temos muitos estudos na região de várias empresas, o que prevê mais investimentos. É uma fase histórica para o Piauí”, acrescentou.

O presidente da Atlantic Energias Renováveis, José Roberto de Moraes, falou do impacto das instalações na economia da região. “O benefício da instalação desse complexo para a região vai ser fantástico. Por exemplo, na fase de implantação o número de empregos gerados chegará a quase mil aqui na fabricação. Além disso, fica o legado para a região de uma expertise. As escolas profissionalizantes podem ir neste rastro das energias renováveis, porque com certeza o parque da Antlantic não será o único nessa região”, afirmou.

Para o secretário de Mineração, Luiz Coelho, essa é uma oportunidade para elevar o IDH da região. "O que estamos vendo aqui é um Piauí que poucos conhecem, é um investimento na área das energias renováveis onde iremos ter uma produção de torres bem próxima dos parques eólicos, veja a economia que vai gerar, além da quantidade de empregos ofertados na região, essa que é bem árida e que possui um IDH muito baixo, o que vai elevar a qualidade de vida de pessoas dessa região. Nós estamos vendo uma oportunidade de crescimento para a cidade e também para nosso Estado", declarou.

O prefeito Gilson Nunes de Lagoa do Barro compara o empreendimento a uma bênção de Deus. “Um investimento dessa magnitude chegou ao nosso município, situado no semiárido piauiense. Há dez anos atrás ninguém acreditava na nossa potencialidade e Lagoa do Barro passa hoje por um desenvolvimento com a confirmação de empregabilidade para esse grande projeto. Sou grato a Deus e à natureza por essa matéria-prima”, disse.

A vista do Governador encerrou em São João do Piauí onde foi servido um farto almoço na residência oficial do prefeito Gil Carlos, na ocasião o prefeito nos falou da importância das energias renováveis para o nossa região que as produzem as principais, a solar em São João do Piauí e em outros municípios da região e a eólica em Lagoa do Barro e Queimada Nova. “Vamos produzir uma energia limpa, que não dependerá do volume de chuvas e é movida com o que temos em abundancia e inesgotável que é o vento e o sol, um investimento que além de garantir o suprimento de energia também traz empregos e desenvolvimento para toda nossa região e levará o nosso estado do Piauí ao topo dos produtores de energia.” Pontuou.

Participaram da vista ao complexo os prefeitos Raimundo Julho (Queimada Nova), Israel da Mata (Campo Alegre do Fidalgo), Gabriela Coelho (Capitão Gervásio Oliveira, Antonio Chico (Nova Santa Rita) os secretários estaduais Ziza Carvalho (Secretaria do Maio Ambiente e Recursos Hídricos – SEMAR),  Luís Coelho (Secretaria de Estado de Mineração, Petróleo e Energias Renováveis), deputado federal Marcelo Castro, vereadores, secretários municipais e lideranças políticas da região.

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista ADV
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium