Segunda, 19 de fevereiro de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
(86) 99919-2268
São Pedro do Piauí

São Pedro do Piauí

Adriano Sousa notícias de São Pedro do Piauí

[email protected]

(86) 99919-2268

São Pedro do Piauí

Postada em 03/10/2017 ás 10h10 - atualizada em 03/10/2017 ás 10h13

Publicada por: R10 municípios

Fonte: G1 / Piauí

População de São Pedro do Piauí realiza caminhada pedindo paz após morte de professor
População vestida de preto diz que moradores são alvo constantes de bandidos.
População de São Pedro do Piauí realiza caminhada pedindo paz após morte de professor

violência que atinge as grandes cidades chegou aos municípios do interior do Piauí. A falta de segurança vem sendo denunciada na cidade de São Pedro do Piauí, localizada a 107 km de Teresina. No final da tarde de segunda-feira (2), os moradores realizaram uma caminhada pedindo paz e lembraram a morte de um professor que foi vítima de assalto.

De acordo com população, nas últimas semanas foram registrados arrastões, roubos e um latrocínio - roubo seguido de morte. No total foram registrados quatro homicídios. A última morte aconteceu há uma semana quando o professor Landel Franklin, de 22 anos, pegou a estrada que liga o Centro à zona urbana de São Pedro e a cerca de 500 metros de sua casa foi vítima de um latrocínio.

O irmão da vítima contou que escutou o barulho dos disparos e teve vontade de ir ao local, mas desistiu porque sua mãe lhe pediu para não ir. "Meu irmão ligou para minha mãe dizendo que tinham roubado a moto dele, então corri pra local e encontrei ele em pé sangrando bastante. Levei meu irmão para p hospital Marcolino Barbosa Ribeiro, mas não ele resistiu e morreu em Teresina", lamentou o irmão Alfredo Franklin.

A diretora da escola onde o professor trabalhava também lamentou a morte do jovem. “No dia seguinte eu tive que suspender as aulas e liberar uma escola inteira que tinha ele como exemplo de sonho e vida. Um jovem que tinha planos de casar em dezembro, ele tinha planos de fazer especialização e mestrado”, disse Jayscilene do Rêgo.

Na cidade quase todos os moradores foram vítimas da violência. A moradora Claudiana Ibiapina contou que já foi vítima. "No dia, o bandido tentou entrar na minha casa enquanto eu esperava minha mãe, eu lutei com o bandido para evitar que ele conseguisse entrar. Lutei para ele não me matar e não matar minha filha”, revelou.

 

Marcos Teixeira também sofreu nas mãos de bandidos e hoje tem precaução ao chegar em casa. "Quando eu chego em minha casa do trabalho, já vou trancando o portão e só abro no dia seguinte. Eu só abro se for alguém conhecido".

Por conta da manifestação, o comércio fechou mais cedo. Uma cidade inteira se vestiu de preto em forma de luto e participou da caminhada. Uma cidade inteira indignada com a violência.

Mário Paiva, organizador da caminhada, diz que a cidade de São Pedro possui cerca de 14 mil moradores e conta apenas com quatro policiais militares."Essa quantidade de policiais não consegue inibir uma violência crescente. Os assaltos são quase que diários. Perdemos nosso amigo e nos sentimos abandonados pelo poder público", reclamou.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium