Terça, 24 de abril de 2018
(86) 99915-1055
Benefício

Postada em 10/01/2018 ás 10h04 - atualizada em 10/01/2018 ás 10h12

Publicada por: Redação

Fonte: PMT

Prefeitura contempla famílias em situação de risco com construção de casas
“Primeiro realizamos um acompanhamento junto às famílias que são encaminhadas e estão em situação de risco. O levantamento social é realizado por meio da análise da situação da família e viabiliza a construção das casas, que são realizadas dentro de um padrão
Prefeitura contempla famílias em situação de risco com construção de casas

Foto: Ascom/Sdu-Centro Norte

A Prefeitura de Teresina, por meio da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Centro/Norte, iniciou a construção de 31 unidades habitacionais na zona Norte de Teresina destinada a famílias em situação de risco. Já foram finalizadas e entregues 19 casas e mais 12 estão em execução. Nessa terça-feira (09), o superintendente da SDU Centro/Norte, José João Braga, realizou visita às unidades habitacionais entregues e às que estão em construção.

 Entre os bairros contemplados com as unidades habitacionais estão Ilhotas, Mafrense, Vila Mocambinho I e III, Monte Verde, Parque Brasil II, Parque Stael, Água Mineral e Santa Maria da Codipi. A construção das casas faz parte de dois contratos realizados pela SDU Centro/Norte que prevê a construção de 60 unidades habitacionais com recursos oriundos do Orçamento Popular.

 O primeiro contrato é dividido em dois lotes de 20 casas em cada um e tem recursos na ordem de R$1.460.295,28. Já o segundo contrato é destinado à construção de dois lotes de 10 casas, com investimento de R$730.147,66. Nesta primeira etapa já foram finalizadas nove casas, uma está em execução e as demais serão iniciadas ainda neste mês.

 O engenheiro José João Braga, superintendente da SDU Centro/Norte, explica que a construção das casas envolve trabalho anterior de assistência social, passando por fase de levantamento social de famílias em situação de risco, como é o caso de casas de taipa e áreas próximas a galerias.

 “Primeiro realizamos um acompanhamento junto às famílias que são encaminhadas e estão em situação de risco. O levantamento social é realizado por meio da análise da situação da família e viabiliza a construção das casas, que são realizadas dentro de um padrão. As unidades que estão sendo executadas são casas de alvenaria com cinco cômodos, revestimento cerâmico no piso e em toda a cozinha e banheiro, além de estrutura de madeira para teto, cobertura em telha e calçada em torno da construção. Tudo isso para possibilitar a essas famílias melhores condições de moradia”, explicou.

 

 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista R10

»

Gilbués-PI Por Henrique Guerra

Primeira atração confirmada do Festejo de Gilbués-PI 2018

Corrente-PI Por Aline Moura

SEMDER promove palestra sobre Palma Forrageira na agricultura familiar

Amarante-PI Por Diogo Costa

Prefeito Diego Teixeira participa de solenidade de posse do novo presidente da AMPAR

Cristino Castro-PI Por Rai Lima

Cristino Castro: Programa Criança Feliz e Conselho Tutelar realizam palestra alusiva a 18 de maio

Cabeceiras do Piauí Por Francisco Rocha

Negada liberdade a envolvido na morte do advogado Ozires Neto

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium