Terça, 20 de fevereiro de 2018
(86) 99915-1055
Ação

Postada em 17/01/2018 ás 08h54 - atualizada em 17/01/2018 ás 14h27

Publicada por: Redação

PF deflagra operação na Uespi e investiga desvio de recursos
A operação conta com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Ministério Público Federal.
PF deflagra operação na Uespi e investiga desvio de recursos

Foto: Divulgação

Policiais Federais cumprem mandados de busca e apreensões dentro da UESPI, na manhã desta quarta-feira (17). A Polícia Federal deflagrou a "operação Curriculum", onde está sendo investigado irregularidades na aplicação de recursos federais destinados à Universidade no âmbito dos Programas de Universidade Aberta do Brasil (UAB) e Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR).

A operação conta com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Ministério Público Federal. A finalidade da UAB é expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no país, por meio do desenvolvimento de programas e de cursos na modalidade de educação a distância. O PARFOR tem como alvo a formação inicial e continuada dos profissionais do magistério para as redes públicas de educação básica, por meio de atividades presenciais.

Nas investigações realizadas, foram identificados até o momento, indícios da concessão indevida de bolsas, que somente no ano de 2016 teriam gerado pagamentos indevidos no montante de R$ 276.585,00.

Foi constatado ainda a concessão de bolsas sem a realização de processo seletivo e a pessoas que não atendiam os requisitos dos programas federais, como por exemplo, ausência de comprovação de formação acadêmica e experiência profissional. Também foi apurado que alguns dos bolsistas são familiares de servidores da instituição. 

Em nota, a Uespi esclareceu que "está colaborando naquilo que é solicitada com a investigação e que é a maior interessada em que tudo fique esclarecido para garantir a transparência e a correta aplicação dos recursos públicos que tem sido o norte da atual gestão".

Veja na íntegra a nota da Uespi:

A Universidade Estadual do Piauí (UESPI) vem a público informar que, motivada por notícias veiculadas na imprensa tendo como foco os programas PARFOR (Plano de Formação de Professores da Educação Básica) e UAB (Universidade Aberta do Brasil)/NEAD (Núcleo de Educação à Distância)  desenvolvidos no âmbito desta IES, solicitou, ainda em meados de 2017, apuração por parte da Controladoria Geral do Estado e também da Controladoria Geral da União, conforme documentos abaixo, tendo em vista tratar-se de recursos de origem federal.Atendendo esta solicitação da UESPI, os órgãos de controle de contas acionaram a Polícia Federal para realizar as buscas necessárias de averiguação solicitada, ocorridas na manhã desta quarta-feira, 17/01/2018.A Administração Superior UESPI deixa claro que, além de ter solicitado de ofício, está colaborando naquilo que é solicitada com a investigação e que é a maior interessada em que tudo fique esclarecido para garantir a transparência e a correta aplicação dos recursos públicos que tem sido o norte da atual gestão.

Informamos ainda que, às 11:00, será realizada uma coletiva de imprensa no Palácio Pirajá.

Confira o ofício nº0680/2017  e nº0688/2017 GAB/Reitoria

 

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista R10

»

Lagoinha do Piauí Por Mysael Santana

Bandidos explodem carro-forte na BR-343 no povoado estaca zero Município de Lagoinha do Piaui

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Professores aprovados no seletivo da PMF tem 5 dias úteis para apresentar documentação

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Secretaria de Educação realiza encontro pedagógico em Água Branca

Nazária-PI Por R10 municípios

Prefeitura inaugura escola e beneficia nove comunidades em Nazária

Pedro Laurentino-PI Por Lecio Bispo

Secretaria de Agricultura municipal de Pedro Laurentino distribui mudas de caju

Mais lidas da semana

»

© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium