Sexta, 22 de junho de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
(86) 99484-4557
Demerval Lobão - PI

Demerval Lobão - PI

Katia Cruz Kátia Cruz é correspondente do Portal R10, no município de Demerval Lobão-PI

[email protected]

(86) 99484-4557

Cidades - Saúde

Postada em 26/01/2018 ás 14h52 - atualizada em 26/01/2018 ás 16h32

Publicada por: Katia Cruz

Fonte: Portal AMPAR / Portal SESAPI

Prefeito de Demerval Lobão, Júnior Carvalho (presid. da AMPAR) representa APPM em reunião na SESAPI
Sistema único de regulação é discutido entre Estado e municípios
Prefeito de Demerval Lobão, Júnior Carvalho (presid. da AMPAR) representa APPM em reunião na SESAPI

Júnior Carvalho (Prefeito de Demerval Lobão e Presidente da AMPAR) em reunião na SESAPI representando a APPM

Presidente da AMPAR, Junior Carvalho (Prefeito de Demerval Lobão - PI), representa o Presidente da APPM, Gil Carlos, em audiência com Secretário Estadual de Saúde Florentino Neto, técnicos da Secretaria, com a presidente do Conselho Estadual de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS), Leopoldina Cipriano. Foram tratadas ações que serão realizadas em conjunto, como os mutirões de cirurgias pediátricas e de catarata, projetos que devem reduzir as filas de pacientes que esperam por estes procedimentos, discussão sobre Regulação Ambulatorial e de Leitos do Estado. Além, da situação e dificuldades específicas dos municípios do Médio Parnaíba e quais soluções possiveis e urgentes.

Atendendo solicitação da Associação de Prefeitos Piauienses (APPM), o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, convocou reunião, quinta (25), para tratar do complexo regulador de leitos hospitalares, procedimentos e consultas especializadas. A Secretaria quer dar mais transparência ao processo a partir do compartilhamento de informações entre os gestores municipais, a Regulação e Auditoria da SESAPI e os gestores do sistema onde os serviços são ofertados.

A adoção de um único sistema de regulação no estado com acesso irrestrito para todos os gestores é uma das propostas discutidas entre as instituições, o que vai atender as reivindicações dos municípios, que pedem mais acesso e clareza sobre a oferta de serviços e de vagas destinadas para cada cidade.

Florentino Neto também alertou para a necessidade de implementar uma revisão no instrumento que trata da divisão de cotas de serviços ofertados pelo SUS no estado do Piauí.  “A nossa Programação Pactuada Integrada (PPI) sofreu grande alteração em virtude da oferta de novos serviços no interior do estado e por diversos  prestadores do Sistema Único de Saúde, portanto, precisamos estabelecer as referências e contrarreferências dentro do sistema para que nossos gestores tenham conhecimento, e assim, atender melhor a população de todos os municípios”, afirma.

 
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium