Domingo, 22 de abril de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
86 99906-7459
Professor Sucupira

Professor Sucupira

Professor Sucupira Coluna do Professor Sucupira

[email protected]

86 99906-7459

Propagação do ódio

Postada em 30/03/2018 ás 12h29 - atualizada em 30/03/2018 ás 14h17

Publicada por: Professor Sucupira

Cultura dos extremos
Aceitar e concordar
Cultura dos extremos

Em um mundo de tantas ricas culturas resultante de heranças produzidas por várias sociedades ou civilizações, nos seus diversos aspectos - político, religioso, econômico e social - formaram no todo a sociedade-global ou a "aldeia global" atual.

Vivenciamos a dinâmica contemporânea de uma “Aldeia-global” com diversas “tribos”, onde infelizmente a tolerância não é uma realidade inexorável.

Neste sentido, fazer uma reflexão sobre este tema é imprescindível. Sabe ... É importante se perguntar  por quê? E, mesmo com a resposta do seu eu, se o seu eu não souber conviver com ela,  é  não saber aceitar  e concordar com o contraditório sempre existente. 

É incrivelmente triste ver posturas individuais ou coletivas de defesa e propagação dos diversos tipos de intolerância através de mecanismos como o Fake News, no  mundo virtual-real das redes sociais do  mundo glocal.

Por que motivo a cultura do ódio está num crescente?

Por que a intolerância não é midiática e sim uma realidade?

Por que o parâmetro de análise do correto, tem o eu e nao o outro na maioria das vezes?

Por que o “ter” tem que superar o “ser”?

Por que o debate político está empobrecido e extremo?

Por que disseminar ideias extremistas?

Somente o eu, uma ideia, um grupo ou uma sociedade é a perfeita?

 

 A nossa vida, no individual ou no coletivo nos ensina. Ela é uma grande escola. Nesta escola as defesas das ideias, das crenças e das ideologias irão se contrapor a outras e, neste sentido, o grande “barato” é saber conviver com a prática do aceitar uma opinião diferente da sua e, perceber que não significa ser obrigado a concordar com ela e, sim, conviver com a discordância. No dia em que o “EU” souber, no Brasil e no mundo, colocar este princípio básico de convivência em prática, viveremos em um Brasil e em um mundo justo e humano. 

 

É fato! Em um contexto interno de Brasil, este ano será um ano especial onde poderemos dar vazão ou não a discursos odiosos. Vejo claramente essa realidade. Será que nos, povo brasileiro, resultante de uma miscigenação étnica e cultural, perderemos para a intolerância crescente propagada por pessoas ou grupos de pessoas através dos Fake News discursos e práticas contra a tolerância. O Brasil e o brasileiro, na sua essência não é assim

 

Pronto! Falei...

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium