Segunda, 21 de maio de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
(86) 99903-5941
Fábio Teles

Fábio Teles

Fábio Teles Fábio Teles é jornalista, colunista social e atua com assessoria de imprensa em Teresina. Iniciou na área em 1988, escrevendo colunas em jornais, revistas e portais no Piauí. Retrata nos seus espaços a sociedade em forma multimídia. Instagram: @fabioteles13

[email protected]

(86) 99903-5941

Teresina - Política

Postada em 11/05/2018 ás 13h39 - atualizada em 11/05/2018 ás 13h52

Publicada por: Fábio Teles

A disputa pelo Senado Federal será uma das mais acirradas da história
Elizeu: "resposta para velhas práticas políticas"
A disputa pelo Senado Federal será uma das mais acirradas da história

Elizeu: resposta para velhas práticas políticas

A disputa pelas duas cadeiras no Senado Federal este ano deve ser uma das mais acirradas de toda a história no Piauí. Com o aumento da importância das redes sociais e os recentes desdobramentos da Operação Lava Jato, que tem como alvo inúmeros parlamentares brasileiros, e inclusive um senador piauiense, é muito provável que as campanhas milionárias de alguns políticos já não sejam suficientes para garantir a vitória nas urnas.

É consenso entre os analistas políticos que os eleitores de hoje estão muito mais atentos aos escândalos noticiados pela imprensa, e, portanto, menos vulneráveis à caríssima publicidade eleitoral que pode ser bancada pelos políticos mais poderosos. 

Baseado nesse panorama, o empresário Elizeu Aguiar (PSL) acredita que pode derrotar os "gigantes da política local" no pleito de outubro. 

Ex-presidente do River Atlético Clube, vereador de Teresina por dois mandatos e deputado federal pelo Piauí entre janeiro de 2009 e abril de 2010, Elizeu é um dos pré-candidatos ao Senado que contará com o apoio do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), que desponta em primeiro lugar para a Presidência da República nas principais pesquisas de intenções de voto realizadas no país nos últimos meses.

Em entrevistas concedidas a rádios locais, Aguiar tem dito que sua participação na campanha deste ano pode ser comparada à luta entre Davi e Golias, dado o enorme poderio econômico de alguns dos seus adversários. 

Aos 51 anos, Elizeu aposta suas fichas na mudança de cultura dos eleitores, que, segundo ele, estão muito mais esclarecidos. "Eu estou longe da política há oito anos. E venho disputar a eleição deste ano com a esperança de que podemos mudar alguma coisa. Porque o eleitor mudou, o povo acordou. Se não acordou todo mundo, pelo menos acordou boa parte", afirma Elizeu.

O último pleito que Elizeu Aguiar disputou foi em 2010, quando recebeu 57.779 votos para a Câmara Federal, ficando na suplência. Na ocasião, ele foi o terceiro mais votado na capital.

Agora, Elizeu afirma que os eleitores precisam dar uma resposta aos políticos que só pensam em realizar seus projetos políticos pessoais, deixando os interesses da população em segundo plano. 

Nós não podemos ter um estado tão inchado.  O Governo, entre coordenadorias e secretarias, tem 60 órgãos, aproximadamente. Isso é um absurdo, para um estado tão pequeno. É uma máquina muito grande. Se fosse algo para melhor administrar seria ótimo. Mas só se trabalha a política. Já estão discutindo as eleições de 2022, quando ainda não aconteceu nem a de 2018. A população precisa parar e pensar no que está acontecendo", conclui o pré-candidato.

 Ascom Elizeu Aguiar / Fábio Teles

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
TV R10 Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium