Sábado, 19 de Junho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

31°

22° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Brasil Vídeo
19/06/2018 07h47 Atualizada há 3 anos
Por: Redação

Torcedores brasileiros fazem país passar vergonha na Rússia

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Um vídeo no qual torcedores brasileiros aparecem ao lado de uma jovem na Copa do Mundo da Rússia viralizou nas redes sociais e no WhatsApp nos últimos dias.

Nas imagens, pelo menos cinco homens, alguns com a camisa da seleção brasileira, tentam convencer a moça a gritar uma frase impublicável, uma referência constrangedora a ela própria.

Trata-se da velha piada de mau gosto de fazer estrangeiros repetirem termos chulos em português. Claramente sem entender o significado do que é dito, ela tenta acompanhar os torcedores.

Continua depois da publicidade

Nas redes sociais, diversas postagens acusam o grupo de assédio. “A desculpa, como sempre, “é que é só brincadeira”. Machismo/assédio não é brincadeira”, publicou o perfil Quebrando o Tabu.

“Cadê os amigos ‘mas eu não sou machista’ falando desses homenzinhos de merda sacaneando a mina russa? Que nojo. É contra esse tipo de coisa que a gente espera que vocês se coloquem, sabe? É o mínimo. Dar risadinha é compactuar”, postou a escritora Clara Averbuck.

A OAB-PE também repudiou a atitude de um advogado no vídeo machista 

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Pernambuco, divulgou nessa segunda-feira (18) uma nota de repúdio à atitude do grupo de brasileiros que protagoniza um vídeo machista. 

“Dentre os protagonistas do lamentável episódio, identifica-se o advogado Diego Valença Jatobá, regularmente inscrito nesta Seccional”, diz a nota, referindo-se a um dos homens que aparecem no vídeo. Jatobá também foi secretário de Turismo de Ipojuca (PE), onde está a praia de Porto de Galinhas, pelo Partido Socialista Brasileiro (PSB).

“A preconceituosa atitude é causa de vergonha para todos nós, brasileiros, e vai na contramão do atual contexto de luta contra a desigualdade de gênero, em que cada dia mais as instituições públicas e privadas estão em busca de soluções conjuntas para que nenhuma mulher sofra qualquer tipo de violência ou discriminação pelo fato de ser mulher”, diz a nota.

A OAB-PE aponta que o Brasil o quinto país no ranking mundial de violência contra as mulheres e que uma mulher é vítima de violência física ou verbal no país a cada dois segundos. “As estatísticas são alarmantes e nos levam a uma profunda reflexão sobre a necessidade de uma mudança urgente da cultura machista e patriarcalista em que nossa sociedade ainda está, infelizmente, inserida.”

Famosas reagem

Nas redes sociais, artistas brasileiras condenaram o conteúdo do vídeo. “Não é engraçado. É machismo. Misoginia. E vergonha. Muita vergonha”, escreveu a atriz Bruna Linzmeyer em seu perfil no Instagram, publicando o vídeo com o rosto da moça borrado. “Que vergonha, Meu Deus”, disse a também atriz Laura Neiva.

 Vídeo:

 

Fonte: Veja
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp