Segunda, 15 de julho de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Inovance super banner
Política - Fábio Novo

Postada em 19/06/2018 ás 15h33 - atualizada em 20/06/2018 ás 08h09

Publicada por: Bruna Sampaio

Deputado é vaiado durante sessão na Assembleia Legislativa do Piauí
Ele discutia sobre o reajuste salarial dos professores quando foi interrompido por vaias e gritos.
Deputado é vaiado durante sessão na Assembleia Legislativa do Piauí

Fábio Novo (Foto: Alepi)

O deputado estadual Fábio Novo (PT), foi vaiado por um grupo de servidores da Educação durante a sessão desta terça-feira (19), na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi). 

O parlamentar argumentava sobre o reajuste salarial da categoria, quando foi interrompido diversas vezes por vaias e gritos da plateia. O reajuste foi concedido pelo governo e o governador Wellington Dias (PT) vetou, mas o veto foi derrubado, inclusive com o apoio da bancada governista.

"Nós aprovamos a legislação aqui e o governador vetou. Se eles conseguissem me ouvir, entenderiam todo o processo. Porque inclusive, eu fui o relator da matéria pela derrubada do veto, em favor dos servidores. Não tenho medo de fazer nenhuma discussão de matéria. É preciso ouvir para que se possa compreender. Se ficar gritando aqui vocês não vão entender o que eu vou dizer, que beneficia a própria categoria", disse Fábio Novo. 

Em um momento, o deputado Georgino Neto, que comandava a sessão, interrompeu a sessão e para que os servidores ouvissem Fábio Novo. "Queria pedir a plateia que ouvisse o deputado Fábio Novo", falou.

Em seguida, o petista sugeriu aos professores que ingressem com ação na Justiça. "O meu entendimento é jurídico e muito simples. Ora, a Assembleia derrubou o veto, mas não houve a promulgação. Cabe nesse momento, na minha avaliação, o sindicato dos servidores da educação devem entrar com um mandado de segurança na Justiça solicitando uma liminar obrigando a Assembleia a promulgar a derrubada do veto". 

Os servidores da Educação do estado deflagaram greve por tempo indeterminado na semana passada. A categoria alega que o governo não cumpriu a lei federal do piso salarial dos professores.

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Gilbués-PI Por Henrique Guerra

Câmara promulga Sanções Tácitas de Projetos de Lei do Ver. Henrique Guerra

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Jubileu é esfaqueado na 'Formosa' no final da tarde desta segunda-feira(15)

São João dos Patos - MA Por Cleyton Luis

15ª Ciretran e auto escola Abdon realiza blitz educativa

São Gonçalo do Piauí Por Francisco Myller

São Gonçalo do Piauí | Festa junina é realizada pela U.E. Sebastião Cruz

Joaquim Pires-PI Por João Victor

Confira o encerramento do Arraiá da Cidade de Joaquim Pires

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium