Quarta, 22 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

28°

23° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
Política Petista
07/07/2018 11h34 Atualizada há 3 anos
Por: Redação

Candidatura de Dilma ao senado pode estar ameaçada, dizem especialistas

O registro da candidatura da ex-presidente Dilma Rouseff (PT) ao Senado por Minas Gerais deve obrigar o Supremo Tribunal de Federal a discutir o fatiamento do seu impeachment, afirmam especialistas consultados pela Folha . Segundo eles, a eleição da petista corre o risco de ser barrada judicialmente.

“A candidatura está relevantemente ameaçada porque certamente será impugnada, essa impugnação chegará ao plenário do Supremo e ali hoje não há como ter uma previsibilidade do que vai acontecer” diz o advogado eleitoral e professor da PUC-SP Carlos Gonçalves Júnior.

Foto: reprodução
Foto: reprodução

A insegurança jurídica em torno da candidatura de Dilma é resultado de uma interpretação da Constituição considerada bizarra, peculiar, excepcional e uma verdadeira mutação pelos especialistas: a decisão de fatiar o impeachment em 2016.

Nesta semana, o Ministério Público de Minas Gerais recebeu a primeira apresentação questionando a candidatura de Dilma ao impeachment. Como a candidatura não foi sequer registrada, o pedido, foi feito por um advogado, tem como alvo sua mudança de domicílio eleitoral para Minas, em abril. O órgão pode arquivar ou levar adiante uma investigação.

O deputado estadual Rogério Correia (PT) diz que dificilmente o STF decidirá de forma negativa para a petista. “Corre o risco, se o impeachment for julgado, de ele, sim, ser considerado ilegal. Porque se provou que não havia tido pedaladas. É mais fácil anular o impeachment do que impugnar Dilma”, diz.

Fonte: Folha press
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp