Segunda, 15 de Julho de 2024
Portal R10
Segunda, 15 de Julho de 2024
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99911-2276

Marcelo Barradas

Expansão

(86) 99446-2372

Últimas notícias
R10 Sexo e Prazer
R10 Sexo e Prazer
Tudo sobre o universo sexual.
Entretenimento Sexo e prazer
17/04/2023 17h28
Por: Redação

Não sabe se gozou? Veja 5 sinais para identificar um orgasmo feminino

Mesmo que ainda exista um longo caminho a ser percorrido nesta temática, o fato é que nunca se falou tanto sobre orgasmo feminino. Masturbação, sex toys, clitóris, liberdade sexual… São muitos os assuntos que viram pautas frequentes em rodas de conversas, mídias sociais e na indústria. Contudo, muitas mulheres ainda têm dúvida: “Como identificar se eu, de fato, tive um orgasmo?”.

Por mais que exista a teoria de que “se você não sabe, é porque provavelmente não teve”, para muitas delas o autoconhecimento e o direito ao prazer ainda é algo totalmente novo. Logo, é comum que exista o questionamento.

miljko/Getty Images
miljko/Getty Images

Para além de casos em que ocorre anorgasmia (transtorno feminino em que existe a dificuldade em atingir o orgasmo, ou muitas vezes nem chegam a atingir), especialistas apontam que o corpo dá sinais antes, durante e depois do ápice que ajudam a identificá-lo.

Para tirar as dúvidas, a sexóloga Alessandra Araújo lista cinco dos principais sinais que o corpo feminino dá quando atinge o orgasmo:

Mais lubrificação

Claro que, quando a mulher é estimulada, a vagina já fica lubrificada normalmente. Contudo, quando vai chegando o momento do orgasmo, essa lubrificação fica muito mais intensa, com uma quantidade muito maior.

Relaxamento seguido de contrações

Mais próximo do orgasmo, o corpo da mulher vai atingindo um nível maior de relaxamento para, logo em seguida, começarem a surgir pequenas contrações na parede vaginal, que vão aumentando progressivamente.

Pico curto e muito forte de prazer

O orgasmo é como um raio — ao mesmo tempo que ele chega com uma força enorme, ele não se prolonga e dura alguns segundos.

Relaxamento mais intenso e espasmos

Imediatamente após o orgasmo o corpo relaxa novamente. Contudo, diferente do relaxamento pré-orgasmo, que é algo mais sutil, depois de gozar a mulher relaxa quase de forma exaustiva, como se tivesse sido sugada e perdido todas as forças. Junto a isso, costumam acontecer espasmos involuntários, principalmente na região pélvica.

Pode ocorrer dor de cabeça

Não acontece com todas as mulheres, mas algumas delas sentem uma forte dor de cabeça após o orgasmo, na região da lateral dos olhos. O fenômeno se chama cefaleia orgástica, e começa com uma intensidade forte e vai diminuindo até desaparecer, sendo seguida por uma sensação de sonolência.

Fonte: Pouca Vergonha
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp