Quarta, 21 de novembro de 2018
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
Teresina - Violência

Postada em 08/08/2018 ás 08h11

Publicada por: Gustavo Miranda

Diagnóstico revela que mulheres violentadas em Teresina não procuraram ajuda
O prefeito Firmino Filho destacou que a pesquisa é essencial para nortear ações.
Diagnóstico revela que mulheres violentadas em Teresina não procuraram ajuda

Foto: Divulgação(Camilla Abreu, Iarla Lima e Aretha Dantas, vítimas de violência contra mulher em Teresina).

O prefeito Firmino Filho recebeu nesta terça-feira (07), em solenidade no Salão Nobre, o resultado do diagnóstico sobre a situação da mulher em Teresina. Pelo levantamento, organizado pela Secretaria Municipal de Políticas Públicas Para Mulheres, alguns fatores tem contribuído para que essa violência continue e, a pesar de 88% das teresinenses já terem ouvido falar muitas vezes sobre a Lei Maria da Penha e mais de 90% revela conhecer o seu caráter de coibir a violência, porém 65,79% das que sofreram violência não procuraram ajuda.

O prefeito Firmino Filho destacou que a pesquisa é essencial para nortear ações. “ Agora temos um parâmetro para melhor planejar e conduzir ações que rompam com essa situação onde a mulher é vítima, inclusive do mercado de trabalho, pois ficou comprovado que a mulher teresinense estuda mais que o homem, tem qualificação, mas a renda ainda é inferior ao do homem”, destacou.

 A pesquisa foi realizada pela pós-doutora em gênero Wânia Pasinato e financiada pelo programa Lagoas do Norte. Ela também conduziu uma avaliação de toda a rede de enfrentamento à violência. Os dados apontam que mulheres com idade entre 15 e 49 anos apresentam melhores níveis educacionais comparativamente aos homens de mesma faixa etária, no entanto, as mulheres ainda ganham 15,5% a menos que os homens. Uma desigualdade preocupante, embora Teresina apresente a menor disparidade salarial entre as capitais do Brasil.

 Pelo sistema de notificação compulsória, ou seja, feito pelo sistema de saúde, os autores da violência predominam amigos/conhecidos das vítimas (19,7%). A força física é o meio de coerção mais empregado, que pode ser explicado pela proximidade entre vítima e agressor e a relação de medo e subordinação característica dos relacionamentos abusivos.

 Do total pesquisado, 22,11% das mulheres teresinenses sofreram violência psicológica ao longo da vida, 11,22% violência física e 6,35% violência sexual. Mulheres jovens (18 a 29 anos), pardas e sem religião reportam mais violência que os outros grupos, porém a violência sexual é mais denunciada entre mulheres brancas (4,48%), enquanto 2,02% de negras denunciam, o que demonstra uma naturalização maior da violência por parte da população negra, secularmente vítima de racismo e enfrentam mais obstáculo na busca de direitos.

 “É um documento importante para contribuir com as políticas de atendimento as mulheres para que possam romper com o ciclo de violência e de distorções econômicas”, enfatiza a secretária da Mulher, Macilane Gomes.

 As mulheres também estão mais fora da força de trabalho que os homens: 39% entre as mulheres e 21% entre os homens. A pesquisa apontou que as mulheres nordestinas convivem com a violência desde muito cedo, principalmente a psicológica. É importante lembrar que 77,8% das mulheres de Teresina são negras e pardas. Das mulheres que procuraram ajuda, 15,8% procuraram com amigos e familiares ao invés da ajuda institucional.

 

Fonte: PMT

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Amarante-PI Por Diogo Costa

Profissionais da saúde em Amarante atuam em atividades do novembro azul

Prata do Piauí Por Wilton Alencar

Prefeitura de Prata realiza palestras em alusão ao ‘Novembro Azul'

Beneditinos Por Cascatinha Pessoa

Vem ai a aniversario da Igreja Assembléia de DEUS de Beneditinos

Alto Longá Por R. Bezerra

Secretaria de Saúde do município recede de prefeitura mais um veículo

Campo Maior Por Wellington Siqueira

Prefeito autoriza obra de recuperação da ponte da Cajazeira

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium