Domingo, 19 de maio de 2019
(86) 99915-1055
redacao@portalr10.com
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Governo do Estado
Entretenimento - Testemunha

Postada em 08/08/2018 ás 17h23

Publicada por: Bruna Dias

Advogado quer ouvir sertanejo Marrone em processo sobre estelionato
Marrone teria comprado uma Ferrari avaliada em R$ 1,1 milhão por R$ 800 mil.
Advogado quer ouvir sertanejo Marrone em processo sobre estelionato

O processo que o cantor Eduardo Costa responde em Minas Gerais por estelionato terá uma testemunha famosa. O cantor sertanejo Marrone, que faz dupla com o irmão Bruno, foi alistado para ser ouvido pela Justiça mineira. O pedido de inclusão foi feito pelo advogado Arnaldo Soares Alves, que representa o casal que processa Eduardo Costa.

Conforme o defensor, Marrone teria comprado do casal uma Ferrari avaliada em R$ 1,1 milhão por R$ 800 mil. O veículo de luxo estava envolvido em uma transação imobiliária alvo da disputa judicial. Segundo a investigação, Eduardo Costa teria negociado, em 2015, a troca de um imóvel de sua propriedade localizado em Escarpas do Lago, na cidade de Capitólio, no valor aproximado de R$ 6 milhões, por outro localizado na região da Pampulha, em Belo Horizonte, de propriedade do casal, cujo valor seria de R$ 9 milhões.

Para completar os R$ 3 milhões faltantes, Eduardo Costa teria oferecido a Ferrari, além de uma lancha e uma moto aquática. A Ferrari, avaliada em R$ 1,1 milhão, que ainda não tinha sido oficialmente transferida ao casal, foi vendida ao cantor Marrone por R$ 800 mil. Agora, conforme o advogado, o casal - que recebeu os R$ 800 mil - reclama que fez a venda sem saber o real valor do veículo de luxo.  "Meus clientes foram convencidos a vender a Ferrari por R$ 800 mil, um valor inferior ao preço de mercado", aponta o advogado, que reclama ainda que os demais bens - moto aquática e lancha -  ainda não foram transferidos para o casal.

Diante da alegação do casal de prejuízo de R$ 300 mil, Marrone - o comprador da Ferrari -  foi relacionado como testemunha de interesse. Ainda de acordo com Alves, Eduardo foi notificado judicialmente por ainda não ter transferido a lancha e a moto aquática para os ex-donos da mansão da Pampulha.

Procurada pela reportagem, a assessoria de Bruno & Marrone informou que o cantor "não foi notificado e, portanto, não irá se pronunciar sobre o assunto". Já Eduardo Costa afirmou que todas as informações referentes ao processo estão nos autos. "Sendo assim, não há mais nada a declarar que não esteja em nossa sólida defesa".

Fonte: Hoje em Dia

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Capitão de Campos Por Celso Oliveira

Prefeitura de Capitão de Campos instalará PROCON-Municipal

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Prefeitura de São João do Arraial adquire nova ambulância para o município

São João da Serra Por Cosme Jales

Prefeitura realiza evento alusivo a 18 de maio

Campo Largo-PI Por Roberto Freitas

Society | Rodada entre equipes matiense em II Campeonato Quarentões 2019

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Na palestra em Londres, Flávio Dino defende escola integral

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium