Quarta, 21 de novembro de 2018
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
Entretenimento - Testemunha

Postada em 08/08/2018 ás 17h23

Publicada por: Bruna Dias

Advogado quer ouvir sertanejo Marrone em processo sobre estelionato
Marrone teria comprado uma Ferrari avaliada em R$ 1,1 milhão por R$ 800 mil.
Advogado quer ouvir sertanejo Marrone em processo sobre estelionato

O processo que o cantor Eduardo Costa responde em Minas Gerais por estelionato terá uma testemunha famosa. O cantor sertanejo Marrone, que faz dupla com o irmão Bruno, foi alistado para ser ouvido pela Justiça mineira. O pedido de inclusão foi feito pelo advogado Arnaldo Soares Alves, que representa o casal que processa Eduardo Costa.

Conforme o defensor, Marrone teria comprado do casal uma Ferrari avaliada em R$ 1,1 milhão por R$ 800 mil. O veículo de luxo estava envolvido em uma transação imobiliária alvo da disputa judicial. Segundo a investigação, Eduardo Costa teria negociado, em 2015, a troca de um imóvel de sua propriedade localizado em Escarpas do Lago, na cidade de Capitólio, no valor aproximado de R$ 6 milhões, por outro localizado na região da Pampulha, em Belo Horizonte, de propriedade do casal, cujo valor seria de R$ 9 milhões.

Para completar os R$ 3 milhões faltantes, Eduardo Costa teria oferecido a Ferrari, além de uma lancha e uma moto aquática. A Ferrari, avaliada em R$ 1,1 milhão, que ainda não tinha sido oficialmente transferida ao casal, foi vendida ao cantor Marrone por R$ 800 mil. Agora, conforme o advogado, o casal - que recebeu os R$ 800 mil - reclama que fez a venda sem saber o real valor do veículo de luxo.  "Meus clientes foram convencidos a vender a Ferrari por R$ 800 mil, um valor inferior ao preço de mercado", aponta o advogado, que reclama ainda que os demais bens - moto aquática e lancha -  ainda não foram transferidos para o casal.

Diante da alegação do casal de prejuízo de R$ 300 mil, Marrone - o comprador da Ferrari -  foi relacionado como testemunha de interesse. Ainda de acordo com Alves, Eduardo foi notificado judicialmente por ainda não ter transferido a lancha e a moto aquática para os ex-donos da mansão da Pampulha.

Procurada pela reportagem, a assessoria de Bruno & Marrone informou que o cantor "não foi notificado e, portanto, não irá se pronunciar sobre o assunto". Já Eduardo Costa afirmou que todas as informações referentes ao processo estão nos autos. "Sendo assim, não há mais nada a declarar que não esteja em nossa sólida defesa".

Fonte: Hoje em Dia

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Amarante-PI Por Diogo Costa

Ciro Nogueira recebe os prefeitos Diego Teixeira e Júnior Bill em Brasília

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

Prefeitura de Água Branca inicia construção de praça no bairro Mutirão

São Gonçalo do Piauí Por Francisco Myller

Conheça as atrações da primeira prévia do Rockentura

Lagoinha do Piauí Por Mysael Santana

Prefeito Dr. Alcione Barbosa inaugura cabine de narração do estádio Abidião

Gilbués-PI Por Henrique Guerra

Vem aí Festejo da comunidade Cabeceira do Rio de 06 a 08 de dezembro 2018

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium