Segunda, 15 de Julho de 2024
Portal R10
Segunda, 15 de Julho de 2024
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99911-2276

Marcelo Barradas

Expansão

(86) 99446-2372

Últimas notícias
Radar Político
Radar Político
Últimas notícias, entrevistas, reportagens e análises sobre o que acontece na política.
Política Política
24/05/2024 09h57 Atualizada há 2 meses
Por: Miguel Vinicius

Fernando Haddad bate boca com Kim Kataguiri em audiência: 'Para de virar um lacrar na rede'

Nesta quarta-feira (22), durante audiência na Comissão de Finanças e Tributação da Câmara dos Deputados, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, rebateu a criticas de deputados da oposição que o acusavam de realizar mentiras na internet e cobranças abusivas de taxas em importações.

Durante os esclarecimentos de Haddad em torno das políticas econômicas aplicadas no atual governo federal, o ministro chegou a bater boca com alguns deputados de oposição que o acusavam de desinformação.

Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados
Foto: Reprodução/Câmara dos Deputados

Em uma das discussões, o deputado Kim Kataguiri (União Brasil-SP) questionou Haddad acerca do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre importações. Categoricamente, o ministro respondeu que o ICMS é um imposto estadual, mas que é a favor dos governadores que adotaram.

“O senhor está querendo colocar na conta do governo federal um imposto estadual. Na minha opinião, uma decisão correta a atitude que os governadores tomaram (cobrança do ICMS). Você vai criticar publicamente os governadores que o senhor apoia? Não, né?”, rebateu Haddad.

Em outro momento de sua réplica, o ministro deu entender que o deputado Kim não tem coragem de realizar tal ato. Fernando Haddad indica que o deputado pegue microfone e fale mal da decisão de Tarcísio Freitas (Republicanos), governador de São Paulo, e da base politica de Kim, em cobrar o ICMS.

“O varejo brasileiro é honrado, as pessoas que mandaram esse documento pra nós são honrados e merecem ser ouvidos pelo senhor. Receba-os no seu gabinete e ouça os argumentos. Feche a porta para ouvir e para de virar um lacrar na rede.”, finalizou o ministro Fernando Haddad.

Fonte: Comissão de Finanças e Tributação
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp