Sexta, 14 de Junho de 2024
Portal R10
Sexta, 14 de Junho de 2024
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99911-2276

Marcelo Barradas

Expansão

(86) 99446-2372

Últimas notícias
Piauí Piauí
10/06/2024 15h46
Por: Cristina

Advogada critica gestão da OAB-PI sob Celso Barros: 'Uma gestão de pão e circo'

A gestão da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí (OAB-PI), sob a presidência do advogado Celso Barros, tem sido alvo de críticas contundentes, especialmente por parte da jovem advocacia. Recentemente, a advogada, Júlia Maria relatou em suas redes sociais, suas preocupações e frustrações com a administração atual da entidade.

Celso Barros, que se vangloria de ter uma aprovação de 70%, baseada em números de um instituto desconhecido, enfrenta uma crescente insatisfação entre os advogados do estado. A advogada, que acompanha de perto a atuação da OAB-PI há três anos, expressou sua decepção com a gestão de Barros, destacando a falta de efetividade e a ênfase em autoelogios e propaganda.

Advogada critica gestão da OAB-PI sob Celso Barros: 'Uma gestão de pão e circo'

Relato de Decepção

"Como jovem advogada, não posso deixar de expressar minha decepção com a gestão atual. Ao longo desse tempo, não presenciei nada que me fizesse admirar ou reconhecer um trabalho efetivo por parte da instituição. Pelo contrário, percebo uma gestão que aparece apenas em anos de eleição, onde fotos, vídeos e auto-elogios são priorizados em detrimento do que realmente importa para a advocacia," afirmou a advogada.

Ela também criticou a falta de acolhimento e a distância da gestão em relação aos advogados, principalmente os mais jovens. "A distância e a falta de acolhimento não são sentimentos só meus, mas da advocacia como um todo, principalmente a jovem advocacia. Nós não suportamos mais a política de pão e circo, onde são criadas ilusões para encobrir a ineficiência e a falta de resultados concretos."

Demandas da Jovem Advocacia

A advogada enfatizou a necessidade de ver os processos andando, de oportunidades reais e de uma gestão que respeite as prerrogativas dos advogados e garanta seus direitos. "Queremos ver os processos andando, queremos oportunidades reais, queremos que as dificuldades enfrentadas em 2021 não se repitam em 2024. Exigimos o respeito por nossas prerrogativas e a garantia de que nossos direitos sejam resguardados."

Ela também criticou a suposta aprovação de 70% mencionada por Barros, sugerindo que a atual gestão representa a pior aprovação da OAB-PI nos últimos 17 anos.

"Infelizmente, se a pesquisa mencionada for correta, tivemos a infelicidade de experimentar nos últimos três anos uma gestão que representa a PIOR aprovação da instituição nos últimos 17 anos. Isso é um reflexo claro da insatisfação e da descrença que muitos de nós, advogadas e advogados, sentimos em relação à atual gestão."

Esperança por Mudança

A advogada concluiu expressando seu desejo por uma gestão eficiente, transparente e comprometida com a advocacia e com a sociedade. "Como jovens advogados, merecemos participar de gestões onde o autoelogio seja realmente merecido. Gestões que sejam reconhecidas pela sua eficiência, transparência e compromisso com a advocacia e com a sociedade que servimos."

O relato desta advogada reflete um sentimento crescente de insatisfação entre os advogados do Piauí, que esperam por mudanças significativas na gestão da OAB-PI. A crítica direta à administração de Celso Barros destaca a necessidade de uma liderança mais eficaz e atenta às reais necessidades da advocacia no estado.

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp