Terça, 21 de maio de 2019
(86) 99915-1055
redacao@portalr10.com
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Esportes - Vôlei

Postada em 18/09/2018 ás 09h33

Publicada por: Gustavo Miranda

Brasil define futuro no Mundial masculino contra China
O time tem a obrigação de vencer para seguir com chances de terminar na liderança.
Brasil define futuro no Mundial masculino contra China

Foto: Divulgação/FIVB

 

Depois de ficar em situação delicada e respirar no Mundial masculino de vôlei, o Brasil ao menos tem o alento de pegar o lanterna do Grupo B no encerramento da primeira fase. Com a obrigação de vencer para seguir com chances de terminar na liderança, a seleção encara a China, time do principal pontuador do campeonato, mas que até agora não venceu nenhum jogo na Arena de Ruse.

Jiang Chuan fez 77 pontos em quatro partidas e está em terceiro na lista de maiores pontuadores, atrás apenas do cubano Miguel Suarez e do portorriquenho Maurice Torres, que já jogaram cinco vezes – curiosamente as três seleções estão eliminadas do Mundial. Na Liga das Nações ele havia se destacado como maior pontuador, com 273 pontos, 58 a mais do que o brasileiro Wallace, o segundo colocado na lista.

Além do oposto, a China tem pouco a oferecer. Apesar de ser comandada pelo experiente Raul Lozano, da Argentina, o grupo é muito jovem e pouco rodado, principalmente devido a um sistema arcaico do voleibol local.

Enquanto o Brasil conta com a Superliga, um dos campeonatos mais fortes do mundo, a liga chinesa masculina é extremamente limitada porque os atletas só podem deixar seu time formador com autorização do próprio clube e da federação. Na prática, um atleta muito bom de um time fraco não consegue deixa-lo, se essa for apenas a própria vontade.

Com três vitórias em quatro jogos no Mundial, o Brasil é franco favorito e tem interesse em liquidar a partida o mais rápido possível, uma vez que também depende da França para conquistar a liderança do Grupo B - o jogo contra o Canadá será disputado às 14h30 na Arena de Ruse. Independentemente da combinação de resultados, Lipe espera que o grupo não dê margem para erro, como aconteceu no confronto com a Holanda, no último sábado.

O Brasil termina em 1º na chave se:

Vencer a China por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1 e vitória da França por qualquer placar Vencer a China por 3 sets a 0 e vitória dao Canadá por 3 sets a 2. Neste caso, Brasil e Canadá empatam em vitórias (quatro), pontos (11) e sets (13/6), e a definição seria no ponto average (razão entre o número de pontos feitos e sofridos)

 

 

Fonte: GE

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

São João da Serra Por Cosme Jales

Mães participam de jantar na escola Cicero Lopes

São João dos Patos - MA Por Cleyton Luis

35º BPM e prefeitura de Passagem Franca assinam protocolo para o proerd

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Preso homem que matou companheira com tiro de espingarda no MA

Belém do Piauí Por R10 municípios

Saúde realiza mobilização de combate ao aedes aegypti

Amarante-PI Por Diogo Costa

Homens são presos acusados de agredirem as esposas em Amarante

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium