Terça, 23 de outubro de 2018
(86) 99915-1055
[email protected]
(86) 98104-5810
Cabeceiras do Piauí

Cabeceiras do Piauí

Francisco Rocha Correspondente do município.

[email protected]

(86) 98104-5810

Cidades - Sem água

Postada em 18/09/2018 ás 14h19 - atualizada em 18/09/2018 ás 16h00

Publicada por: Francisco Rocha

Fonte: Direto da Redação

População da zona urbana de Cabeceiras sofre com falta de água
A situação se agrava por conta do B-R-O-BRÓ
População da zona urbana de Cabeceiras sofre com falta de água

Vista parcial da cidade de Cabeceiras do Piauí. (Foto: Antonio Carlos Lima ).

Boa parte dos moradores da cidade de Cabeceiras do Piauí reclama que desde o último sábado (15) está sem abastecimento de água fornecida pela Agespisa (Águas e Esgotos do Piauí S. A.) As reclamações partem principalmente do bairro de Fátima, mas o problema afeta também outras áreas mais altas da cidade, como os bairros São Luís e Mangueira. Moradores relataram à  redação que nem mesmo durante a madrugada têm conseguido o líquido.

As famílias são obrigadas a contar com a ajuda de parentes ou amigos  que possuem poços artesianos para conseguirem água. A palavra de ordem é racionamento.

A situação de falta de água se agrava justamente porque estamos no período mais quente e seco do ano, o famoso 'B-R-O-BRÓ'.

O QUE DIZ A AGESPISA.

A reportagem conversou com o chefe do escritório da Agespisa do município de Cabeceiras, Antonio Pereira, que informou que a interrupção no fornecimento de água foi causada pelo fato de uma bomba ter caído em  um dos poços da companhia (o  do bairro de Fátima) no último sábado.

 O funcionário informou ainda que uma equipe deverá estar no município em no máximo até 2 dias para fazer a retirada do equipamento antigo e fazer a instalação de uma nova bomba no sistema de captação de água afetado. Antonio Pereira acrescentou que outra  bomba também deverá ser instalada no poço do conjunto habitacional do bairro Água Branca, cujos moradores sofrem com a falta de água há bastante tempo. 

Na oportunidade, Pereira esclareceu que  a razão da irregularidade no abastecimento de água, em outros casos isolados, se deve às constantes oscilações de energia elétrica na cidade, que ocasionam defeitos nos equipamentos da companhia.

 

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista ADV
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium