Quinta, 13 de dezembro de 2018
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
Brasil - Crime

Postada em 11/10/2018 ás 11h47

Publicada por: Gustavo Miranda

Filha mata a mãe após ver crime de Laureta em Segundo Sol
O crime aconteceu na cidade de Petrópolis, interior do Rio de Janeiro.
Filha mata a mãe após ver crime de Laureta em Segundo Sol

Foto: Fabiano Battaglin/TV Globo

A comerciante desempregada Paloma Botelho de Vasconcelos, 21 anos, matou a própria mãe, a empresária Dircelene Botelho, supostamente inspirada em uma cena da novela Segundo Sol exibida no último dia 2. Na sequência, a vilã Laureta (Adriana Esteves) matou o capanga Galdino (Narcival Rubens) com uma injeção de ar. Na vida real, Paloma fez o mesmo, mostra uma fita de vídeo apreendida pela polícia. O autor da novela, João Emanuel Carneiro, se defende dizendo que "a ficção não tem nada a ver com a realidade". O crime aconteceu na cidade de Petrópolis, interior do Rio de Janeiro, no dia 2, horas após a exibição de Segundo Sol. Segundo a Polícia Civil, Paloma aplicou uma injeção.

Assim como na novela, ninguém em Petrópolis inicialmente desconfiou de que um assassinato tinha acontecido. Dircelene foi enterrada na quarta passada (3) sem despertar a atenção de familiares, de médicos ou da polícia, como se tivesse tido uma morte natural. No entanto, o padrasto de Paloma, o comerciante Manuel da Silva, 68 anos, havia instalado um circuito interno de televisão dentro de sua casa, pois desconfiava que estava sendo roubado.

Na última quinta-feira (5), Silva reviu as imagens das câmeras e descobriu que sua mulher foi torturada e morta por Paloma, que teve ajuda do namorado, Gabriel Neves, 26 anos. O comerciante foi à delegacia, mas os PMs não conseguiram prender Paloma e Gabriel imediatamente devido à legislação eleitoral. "Antes das eleições só é possível deter alguém em flagrante", explicou ao Notícias da TV o advogado criminalista André Lozano, do escritório Jacob Lozano, em São Paulo. De acordo com a polícia, as imagens mostram que, antes de aplicar injeção semelhante à de Laureta, Paloma e seu namorado tentaram asfixiar Dircelene com a ajuda de um saco plástico.

Outro lado

Procurado pela reportagem, o autor de Segundo Sol, João Emanuel Carneiro, afirmou que a ficção "não tem nada a ver com a realidade", ainda que a suposta autora do crime tenha admitido em depoimento à polícia que imitou técnicas da personagem da novela horas depois da exibição do capítulo com o assassinato. Irritado, Carneiro desligou na cara da reportagem. "Que telefonema desagradável! Com licença", disse. A Globo não se manifestou.

Ao Notícias da TV, o clínico geral do Hospital das Clínicas de São Paulo Arnaldo Lichtenstein, de 57 anos, confirmou que uma pessoa pode ser morta com uma injeção de ar. No entanto, o médico ressaltou que esse tipo de assassinato, que qualificou de "sofisticado", é facilmente detectável em um exame de autópsia. "O mecanismo tem o mesmo efeito de uma embolia pulmonar", explicou. Segundo Lichtenstein, tal obstrução circulatória, a embolia, se trata de uma bolha de ar que circula pela corrente sanguínea até o pulmão, causando morte natural, a depender de seu tamanho. O clínico armou que, até recentemente, animais usados em experiências eram mortos após os estudos com a aplicação de uma injeção de ar.

Fotos: Reprodução/Facebook

Fonte: Notícias na TV

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Valença Por Raul Soares

Nonatinho é reeleito Presidente da Câmara por 08x02. Veja fotos da sessão

Barra D'alcântara Por Cleiton Brito

Nonatinho Soares é reeleito Presidente da Câmara de Valença por 08x02 votos

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

São João do Arraial recebe veículos e equipamentos no aniversário da Cidade

Campo Largo-PI Por Roberto Freitas

Tensão no último Provão por alunos da UESJ em Campo Largo-PI

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Floriano é um dos municípios com maior transparência nas contas públicas

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2018 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium