Sábado, 17 de Abril de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

32°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
Internacional Sem estrutura
17/10/2018 08h49 Atualizada há 2 anos
Por:

Carne está apodrecendo e cadáveres se decompondo na Venezuela

Foto: Reprodução/BBC
Foto: Reprodução/BBC

Um mercado de carnes em Maracaibo, no noroeste da Venezuela, vende alguns produtos nada apetitosos – entre eles, carne podre.

Nas bancas onde esse produto pouco convencional está disponível, o cheiro é forte e há muitas moscas.

Um quilo de carne chega a custar um terço do salário mínimo venezuelano, de atualmente cerca de US$ 30 (R$ 111,54). A carne podre custa 1%.

Continua depois da publicidade

A carne está apodrecendo por causa de problemas na infraestrutura da Venezuela.

“Falta luz aqui dez vezes por dia, às vezes por horas seguidas. No dia seguinte, os produtos estão em más condições”, diz o comerciante Manuel.

Os cortes de energia constantes são alvo de manifestações frequentes. Nem aqueles que morrem escapam da crise. Necrotérios têm dificuldade para manter os corpos refrigerados.

“Tenho dois ou três corpos que ficam expostos assim toda semana”, diz Wilfredo, funcionário do necrotério. “Os corpos apodrecem a ponto de chegarem a explodir.”

A Venezuela tem as maiores reservas de petróleo conhecidas e a maioria delas está em Maracaibo. Mas o país vive uma recessão desde 2014, com inflação galopante e escassez de produtos básicos.

Fonte: BBC
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®