Segunda, 29 de Novembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

32°

25° 37°

Teresina - PI

Últimas notícias
DOUGLAS FERREIRA
DOUGLAS FERREIRA
Douglas Ferreira é jornalista profissional e bacharel em Direito. Foi secretário de Comunicação em Caxias, no Maranhão e assessor de imprensa da CNBB e do Tribunal de Justiça do Piauí. Reportou para os portais AZ e 180 graus. Foi repórter das TVs Clube e Meio Norte e há 17 anos é repórter titular da TV Antena 10. Email:[email protected]
Teresina Caso Daniel Corrêa
10/11/2018 20h42 Atualizada há 3 anos
Por: O Repórter e o Fato

Descontrolado Edison Brittes sentenciou Daniel à morte após ver fotos

O principal acusado da morte Daniel Corrêa Freitas, em Curitiba, Edison Brittes Júnior, decidiu matá-lo ainda dentro do carro. Ele disse que mataria o jogador após olhar algo no celular do atleta.

A declaração foi dita em depoimento de David Willian da Silva, 18 anos, na tarde desta sexta-feira, 9. A testemunha estava dentro do veículo quando ouvir Edison Brittes pronunciar a sentença de morte de Daniel que estava no porta-malas.

Descontrolado Edison Brittes sentenciou Daniel à morte após ver fotos

“Tudo estava tranquilo dentro do carro, na intenção de deixar Daniel no meio da rua, para passar vergonha, e que Edison trazia consigo um celular, que não sabe se era dele ou não, e que Edison estava normal e que, ao ver algo no aparelho celular, ficou descontrolado e disse que mataria Daniel”, diz um trecho do termo de interrogatório.

Ainda segundo o depoimento de David, depois que Edison Brittes disse que mataria Daniel, todos que estavam no carro entraram em pânico e afirmaram que o jogador já tinha recebido o que merecia.

David e Ygor King, de 19 anos, também suspeito de envolvimento no crime e ouvido na sexta, disseram que não desceram do carro na cena do crime. Falaram que Daniel foi retirado do porta-malas e que não viram o jogador ser morto.

Aliás, disseram que depois de parar o carro, Edison Brittes desceu e pediu para ninguém mais descer. Entretanto, Eduardo Henrique da Silva, de 19 anos, saiu do carro.

Daniel Freitas, 24 anos, foi encontrado morto em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, dia 27 de outubro. Ele foi parcialmente degolado e teve o órgão genital decepado.

Fotos: Divulgação

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp