Sábado, 08 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

33°

23° 33°

Teresina - PI

Últimas notícias
Piauí Atendimentos
20/11/2018 09h18 Atualizada há 2 anos
Por:

Coordenadoria da Mulher já realizou 17 mil atendimentos desde sua criação

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres (CPPM) comemora um desempenho inédito na atenção a esse importante público no Piauí. O órgão contabiliza 17 mil atendimentos realizados desde que foi criado há quatro anos, com a proposta de articular, principalmente, ações de combate a todo tipo de violència exercida contra mulheres. Os números foram apresentados ao governador Wellington Dias, nessa segunda-feira (19), pela coordenadora da pasta, Haldaci Regina, que comemorou os resultados alcançados. 

Um dos carros-chefe nessa atenção é o projeto Unidades Móveis, resultado do pacto nacional de combate à violência contra as mulheres. A coordenadoria dispõe de ônibus que vão até a zona rural dos municípios, atender ao público. "Falamos sobre o que caracteriza violência e provocamos nas mulheres o desejo do atendimento no ônibus, onde levamos advogada, psicóloga e assistente social. A pessoa declara o que está passando e depois nos reunimos com a rede, composta por órgãos como conselho tutelar, educação, saúde, assistência social, igrejas e discutimos o que está se passando e como o município vai se movimentar para atender às demandas", explicou Haldaci Regina.

Pelos levantamentos da CPPM, as unidades móveis contemplaram 170 municípios piauienses. Graças ao trabalho, 13 prefeituras criaram os OPMs - organismos de políticas para mulheres - e passaram a realizar o próprio atendimento .

Continua depois da publicidade

Outro avanço comemorado é a Casa Abrigo, criada para hospedar mulheres sob risco de violência. A atuação da coordenadoria e a divulgação dos serviços atrairam diversas mulheres em situação de vulnerabilidade em municípios do interior do Piauí. A casa já abrigou até 15 mulheres. O desafio para o futuro é ampliar as instalações para ofertar mais vagas.

O governador Wellington Dias enalteceu a importância do trabalho desenvolvido pela Coordenadoria de Políticas Públicas para Mulheres e se comprometeu a buscar meios para ampliar as ações da pasta no próximo mandato.

Fonte: Ascom
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp