Sexta, 22 de março de 2019
(86) 99915-1055
Piauí - Estado

Postada em 27/11/2018 ás 09h00 - atualizada em 27/11/2018 ás 15h40

Publicada por: Gustavo Miranda

Governo quer economizar R$ 150 milhões com gastos públicos
O Piauí vem fazendo o "dever de casa" para oxigenar as finanças.
Governo quer economizar R$ 150 milhões com gastos públicos

Foto: Paulo Bastos

O governador Wellington Dias reuniu, nessa segunda-feira (26), gestores de todas as pastas do Governo do Estado para determinar redução nos gastos públicos. A meta é economizar R$ 150 milhões em um ano, aliando redução dos quadros de servidores terceirizados, serviços prestados e contratos de custeio.

"Precisamos estar preparados. Não está claro que medidas teremos em nível nacional para acelerar a economia. Tomaremos um conjunto de medidas dentro do que podemos", afirmou Wellington.

O Estado tem hoje, aproximadamente, 40 mil servidores. A ordem é analisar a situação de cada um, priorizando aqueles que são realmente essenciais. Cada gestor está encarregado de avaliar o quadro de sua pasta e tomar a decisão o mais rápido possível. O esforço visa garantir o pagamento da folha de pessoal e custeio, manter os serviços públicos funcionando e ainda gerar alguma capacidade de investimento.

O Piauí vem fazendo o "dever de casa" para oxigenar as finanças. O secretário de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, explicou que a receita própria do governo foi a que mais cresceu entre os 27 estados da federação. Porém, segundo ele, o Estado ainda é muito dependente do Fundo de Participação dos Estados (FPE), que vem sofrendo quedas constantes. O repasse feito pelo governo federal representa metade da receita estadual. 

"Independente do governo federal acertar nas medidas, vai demorar a surtir efeito. Essa redução de R$ 150 milhões mesmo não sendo suficiente, já é um grande avanço", ponderou Rafael Fonteles.

Além do horizonte econômico ruim para 2019, o governador Wellington Dias destacou a dificuldade para administrar a previdência. Segundo ele, atualmente o governo arrecada mensalmente R$ 700 milhões dos segurados e gasta R$ 1,7 bilhão com o pagamento de benefícios. O complemento para honrar a despesa sai dos cofres do governo.

Fonte: Ccom

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Blog do Lucão (Timon e Região dos Cocais) Por Lucas Stefano

Denarc/Timon prende em flagrante indivíduo acusado da tráfico de 'Crack'

Campo Maior Por Wellington Siqueira

Blitz em Campo Maior são intensificadas para coibir a ação de criminosos

Picos Por Jucelma Sales

Alunos participam de caminhada em comemoração ao Dia Mundial da Água

Pau D'arco Por Carlos Eugênio

Alunos de Pau D'arco participam de atividades pelo Dia Mundial da Água

Buriti dos Lopes Por Rurik Araújo

Animal solto causa mais um acidente na zona rural de Buriti dos Lopes

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium