Domingo, 26 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

25°

24° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
Sem foto
Gilbués Correspondente do município.
Cidades Soja
02/12/2018 11h19
Por: GILBUÉS

Chuvas se confirmam e plantio da safra 2018/19 alcança 70% no Piauí

A antecipação das chuvas no estado do Piauí permitiu com que os produtores adiantassem o plantio da soja da safra 2018/19. Até o momento, a área cultivada chega a 70%, do total entre 717 mil a 746 mil hectares que deverão ser cultivados neste ciclo. Tradicionalmente, a oleaginosa é plantada entre final de outubro e o novembro.

As condições de umidade observadas no solo na segunda quinzena de outubro permitiram o início da semeadura com segurança no estado. Já a primeira quinzena de novembro não foi tão favorável, já que foi registrado um menor volume de chuvas.

Chuvas se confirmam e plantio da safra 2018/19 alcança 70% no Piauí

“As precipitações só retornaram com mais consistência a partir do dia 20 de novembro. Inclusive, os plantios mais antecipados, registrados em outubro, sofreram com meados de novembro mais seco, mas nada que comprometa a produtividade nesta temporada”, reforça o diretor executivo da Aprosoja Piauí, Rafael Maschio.

Continua depois da publicidade

Custos de produção x Comercialização

Assim como no restante do Brasil, os produtores do estado não escaparam da valorização cambial no momento da compra dos insumos, especialmente os fertilizantes. Em alguns casos, os custos subiram mais de 20%, deixando uma margem apertada aos agricultores.

Isso porque, em contrapartida, poucos negócios foram travados antecipadamente com a soja nesta temporada e a comercialização caminha lentamente. Os negócios ocorrem apenas no mercado disponível, com valores entre R$ 65,00 a R$ 74,00 a saca.

Milho

No Sul do estado, a área plantada com o milho deverá ficar próxima da registrada na safra passada, de 150 mil hectares. A expectativa é que os trabalhos nos campos ganhem ritmo a partir do mês de dezembro. Atualmente, a saca do cereal é cotada a R$ 33,00 e destinada, principalmente para o mercado interno do Nordeste.

Confira imagens das lavouras no estado:

Fonte: Notícias Agrícolas
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp