Sexta, 23 de agosto de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
Piauí - Dias Toffoli

Postada em 06/12/2018 ás 09h39 - atualizada em 06/12/2018 ás 09h47

Publicada por: Gustavo Miranda

Governador discute pautas federativas com o presidente do STF
De acordo com o chefe do executivo piauiense a agenda foi muito proveitosa.
Governador discute pautas federativas com o presidente do STF

O governador Wellington Dias se reuniu nessa quarta-feira (5), com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli. Na oportunidade foram abordadas pautas relativas ao pacto federativo. Também participaram da reunião governador Camilo Santana (CE), governador Paulo Câmara (PE), e governadora Fátima Bezerra (RN).

De acordo com o chefe do executivo piauiense a agenda foi muito proveitosa e o presidente do STF se comprometeu a priorizar as pautas apresentadas. “Esta foi uma boa agenda sobre o pacto federativo. O presidente Dias Toffoli se dispôs a agilizar para que entre na pauta de votação no mês de março temas que são importantes que já são colocados para votação, como o salário educação, e que precisam de uma decisão do Supremo”, disse.

Com relação ao salário educação, o governador Wellington Dias esclarece que vem acontecendo um problema, porque a forma de repasse para estados e municípios não tem obedecido ao artigo 212 da Constituição Federal que diz que o repasse deve ser feito de forma per capita por aluno e hoje há estados recebendo 65 e outros 600.

Já em relação ao Fundef, Wellington Dias esclarece que esta é uma ação que já foi votada, mas que ainda não foi solucionada. “Esta é uma ação que diz respeito a onze estados da federação, especialmente, do Norte e Nordeste onde há uma diferença não paga pelo Governo Federal. Desde o nascedouro, era para colocar no Fundef uma contraparte de, no mínimo 10%. Posteriormente, foi regularizada essa questão, mas não houve o pagamento. Esta ação já foi julgada pelo pleno do Supremo, porém tem embargos que visam a protelação. Por isso, viemos aqui para buscar uma solução e a agilização da votação desse embargo”, disse.

No que concerne ao Fundo de Participação, Dias comenta que a pauta teve o objetivo de buscar uma mediação com a União. “Por último tratamos do Fundo de Participação, pois estamos tratando de R$ 14 bilhões, de acordo com os levantamentos feitos por órgãos responsáveis, inclusive, o Confaz. Esta é uma pauta de interesse de todos os estados, pois gera uma retenção de parte significativa do Estado, como é o caso do Piauí, que em setembro teve R$ 65 milhões a menos nas receitas devidas ao Estado. Por isso, estamos pedindo aqui para que os três poderes possam se reunir e buscar uma mediação, para que a gente tenha um acordo com o Executivo. Permitindo que os Estados e municípios não tenham uma situação de dificuldade por conta da falta desses recursos”, finalizou.

Fonte: Ccom

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Campo Largo-PI Por Roberto Freitas

II Noite do Folclore da UESJ em Campo Largo do Piauí-PI

Assunção do Piauí Por Valter Lima

Prefeito Netinho recebe automóvel para uso do Conselho Tutelar

Oeiras Por Thainah Cortez

Prefeitura de Oeiras realiza reformas no Estádio Municipal Gérson Campos

Picos Por Jucelma Sales

Município e Governo do Estado regulamentam área do Parque Industrial

Cabeceiras do Piauí Por Francisco Rocha

Arrastão em Cabeceiras: assaltantes arrombam duas lojas na madrugada

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium