Quinta, 17 de janeiro de 2019
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
Política - Posto

Postada em 14/11/2017 ás 10h04 - atualizada em 15/11/2017 ás 06h11

Publicada por: Bruna Dias

PP reivindica comando do Ministério das Cidades
Temer cogita fazer uma reforma ministerial em busca de apoio para aprovar a reforma da Previdência.
PP reivindica comando do Ministério das Cidades

Presidente da Caixa / Foto: Dida Sampaio|Estadão

O Partido Progressista, dono da quarta maior bancada da Câmara, com 45 deputados, reivindica o Ministério das Cidades e quer indicar para o posto o atual presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Gilberto Occhi. O titular da pasta, deputado Bruno Araújo (PSDB-PE), pediu demissão do posto nesta segunda-feira (13). O argumento foi o de não ter mais apoio entre os demais tucanos para continuar no posto.

O PP reivindica o comando de Cidades por ser um das pastas de maior capilaridade política. Integrante do chamado Centrão, grupo do qual também fazem parte PR, PTB e PSD, a legenda encabeça pressão para que Temer faça uma reforma ministerial para diminuir o espaço do PSDB no governo.

Filiado ao PP, Occhi já foi ministro das Cidades durante o segundo mandado da presidente cassada Dilma Rousseff (PT). Ele ficou no cargo entre março de 2014 e abril de 2016, véspera da votação do impeachment da petista na Câmara. De perfil técnico, ele é homem de confiança do presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI), e sua indicação agradaria a bancada da sigla no Congresso Nacional. Como não pretende disputar as eleições de 2018, Occhi não precisaria deixar o ministério em abril.

"Estou num projeto de fortalecer a Caixa, mas sou soldado", afirmou Occhi à reportagem antes do pedido de demissão de Araújo.

Articulação política

Temer cogita fazer uma reforma ministerial em busca de apoio para aprovar a reforma da Previdência, considerada a principal aposta do governo. Além do Centrão, o próprio PMDB, partido do presidente da República é filiado, cobra que Temer diminua o tamanho do PSDB. A sigla comanda três ministérios: Relações Exteriores, Secretaria de Governo e Direitos Humanos.

A bancada do PMDB, por exemplo, já avisou a Temer que quer o comando da Secretaria de Governo, pasta responsável pela articulação política. Peemedebistas nunca aceitaram o fato de Temer ter nomeado um tucano para o cargo, no caso, o deputado licenciado Antonio Imbassahy (PSDB-BA). Segundo um influente parlamentar do PMDB, a bancada quer indicar alguém que não vá concorrer a eleição de 2018, para que fique no cargo até o fim do próximo ano. Com informações do Estadão Conteúdo.

Fonte: Estadão

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Buriti dos Lopes Por Rurik Araújo

Cadela é executada com um tiro na cabeça na porta de casa; assista o vídeo

Oeiras Por Thainah Cortez

Oeiras concede reajuste acima do piso nacional para professores pelo 2º ano

Lagoinha do Piauí Por Mysael Santana

Saúde de Lagoinha do Piauí da continuidade ao atendimento do ano letivo

Floriano Por Ilizianny de Carvalho

Reunião discute alto índice de demandas judiciais de medicamentos

São Gonçalo do Piauí Por Francisco Myller

Escola da Rede Municipal de São Gonçalo do Piauí aprova alunos para o IFPI.

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium