Sábado, 24 de agosto de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
[email protected]
86 98851-2025
Major Elizete

Major Elizete

Oficial Major Elizete Oficial superior da PMPI, especialista em Políticas Sobre Drogas, em Direito Civil e Processo Civil, em Docência do Ensino Superior e em Gestão de Segurança Pública. Doutoranda em Direito. Professora e palestrante. @majorelizete

[email protected]

86 98851-2025

Polícia - Atenção

Postada em 10/12/2018 ás 15h35

Publicada por: Oficial Major Elizete

DROGAS: de quem é esse problema?!
O tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes.
DROGAS: de quem é esse problema?!

O clamor da população por políticas públicas sobre drogas mais eficazes tem aumentado a cada ano, e não é difícil deduzir o porquê: o problema da dependência química está intrinsecamente ligado à saúde, à educação e à segurança de nosso povo.

Sobre saúde, não sou especialista; mas, sobre educação, segurança e drogas, tenho pós-graduações nas três áreas, e posso opinar com propriedade: a droga está, direta ou indiretamente ligada à quase totalidade dos crimes de nosso estado,

Segundo dados dos Tribunais de Justiça brasileiros, um em cada três presos no país responde hoje por tráfico de drogas. Nós policiais militares sabemos que a maioria esmagadora dos furtos e roubos acontecem para obtenção de recursos que serão usados na compra de substancias psicoativas.

E o que falar dos prejuízos sociais causados pelas drogas lícitas, como cigarro?

O tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão,25% das mortes por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema, 25% das mortes por derrame cerebral. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), todo ano mais de cinco milhões de pessoas morrem no mundo por causa do cigarro. E, em 20 anos, esse número chegará a 10 milhões se o consumo de produtos como cigarros, charutos e cachimbos continuar aumentando.

E quantas e quantas famílias sao destruídas pelo uso abusivo do álcool? E quantas brigas e até mortes, que culminam em ocorrências policiais, são causadas por conta das bebidas alcoólicas consumidas em demasia?! E segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 1,25 milhão de pessoas ainda morrem todos os anos no mundo em decorrência de acidentes de transito causados pela dupla álcool e direçao.

Mas o que mais me preocupa é que o tema das drogas não é considerado prioridade nas políticas públicas, principalmente o pilar da prevenção; parece que as pessoas não compreenderam, ainda, que a repressão, sozinha, nunca irá ser eficiente e eficaz para solucionar o problema.

Na verdade, temos batido recordes de prisões e de apreensões de drogas ano a ano, e, ao contrario do que se poderia esperar, os presídios estão superlotados e não há nenhum sinal de diminuição dos crimes e muito menos do uso abusivo de drogas.

Enquanto estivermos só prendendo o traficante, a máxima do "enxugar gelo” irá prevalecer! Mas essa não é uma questão só de polícia. Pelo contrário, quando a policia age é porque todas as outras instituições falharam!

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium