Domingo, 19 de Setembro de 2021
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

37°

23° 38°

Teresina - PI

Últimas notícias
Major Elizete
Major Elizete
Oficial superior da PMPI, especialista em Políticas Sobre Drogas, em Direito Civil e Processo Civil, em Docência do Ensino Superior e em Gestão de Segurança Pública. Doutoranda em Direito. Professora e palestrante. @majorelizete
Polícia Atenção
10/12/2018 15h35
Por: Oficial Major Elizete

DROGAS: de quem é esse problema?!

O clamor da população por políticas públicas sobre drogas mais eficazes tem aumentado a cada ano, e não é difícil deduzir o porquê: o problema da dependência química está intrinsecamente ligado à saúde, à educação e à segurança de nosso povo.

Sobre saúde, não sou especialista; mas, sobre educação, segurança e drogas, tenho pós-graduações nas três áreas, e posso opinar com propriedade: a droga está, direta ou indiretamente ligada à quase totalidade dos crimes de nosso estado,

DROGAS: de quem é esse problema?!

Segundo dados dos Tribunais de Justiça brasileiros, um em cada três presos no país responde hoje por tráfico de drogas. Nós policiais militares sabemos que a maioria esmagadora dos furtos e roubos acontecem para obtenção de recursos que serão usados na compra de substancias psicoativas.

Continua depois da publicidade

E o que falar dos prejuízos sociais causados pelas drogas lícitas, como cigarro?

O tabagismo está relacionado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca, 90% das mortes por câncer de pulmão,25% das mortes por doença do coração, 85% das mortes por bronquite e enfisema, 25% das mortes por derrame cerebral. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), todo ano mais de cinco milhões de pessoas morrem no mundo por causa do cigarro. E, em 20 anos, esse número chegará a 10 milhões se o consumo de produtos como cigarros, charutos e cachimbos continuar aumentando.

E quantas e quantas famílias sao destruídas pelo uso abusivo do álcool? E quantas brigas e até mortes, que culminam em ocorrências policiais, são causadas por conta das bebidas alcoólicas consumidas em demasia?! E segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 1,25 milhão de pessoas ainda morrem todos os anos no mundo em decorrência de acidentes de transito causados pela dupla álcool e direçao.

Mas o que mais me preocupa é que o tema das drogas não é considerado prioridade nas políticas públicas, principalmente o pilar da prevenção; parece que as pessoas não compreenderam, ainda, que a repressão, sozinha, nunca irá ser eficiente e eficaz para solucionar o problema.

Na verdade, temos batido recordes de prisões e de apreensões de drogas ano a ano, e, ao contrario do que se poderia esperar, os presídios estão superlotados e não há nenhum sinal de diminuição dos crimes e muito menos do uso abusivo de drogas.

Enquanto estivermos só prendendo o traficante, a máxima do "enxugar gelo” irá prevalecer! Mas essa não é uma questão só de polícia. Pelo contrário, quando a policia age é porque todas as outras instituições falharam!

Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp