Sábado, 24 de agosto de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Brasil - Santa Cruz

Postada em 10/12/2018 ás 15h48 - atualizada em 10/12/2018 ás 15h49

Publicada por: Bruna Sampaio

Após 1h de espera por atendimento, mãe dá à luz no chão de hospital
De acordo com funcionários, não havia médico nem enfermeiro no plantão.
Após 1h de espera por atendimento, mãe dá à luz no chão de hospital

Mulher dá à luz no chão da recepção do Hospital municipal Pedro II, em Santa Cruz (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma mulher deu à luz sozinha, nesse domingo (09), por volta de meia-noite, no chão da recepção do Hospital municipal Pedro II, em Santa Cruz, no Rio de Janeiro, após ter aguardado por mais de uma hora atendimento.

De acordo com relatos de funcionários da unidade, não havia médico nem enfermeiro no plantão, apenas recepcionista, maqueiro e segurança. O número de faltas nos plantões tem sido alto. Os funcionários estão com o salário de novembro atrasado e sem previsão para receber o 13º.

Em um vídeo gravado por pessoas que também aguardavam atendimento é possível ver a preocupação da mãe com a criança, que demorou a chorar. Sentada no chão, sobre uma poça de sangue, ela tenta massagear as costas do recém-nascido, até que chega uma profissional de enfermagem e leva a criança.

"O quadro de funcionários estava escasso no domingo. A gestante chegou e ficou esperando atendimento por uma hora ou mais e nada de médico atender. O bebê desceu pelas pernas dela, que pariu no chão", relatou um funcionário, que preferiu manter o anonimato por medo de represália.

Segundo ele, no domingo, só havia recepcionista, maqueiro e segurança na entrada da emergência do hospital de Santa Cruz, que administrado pela organização social (OS) SPDM. A técnica de enfermagem responsável pela triagem havia sido remanejada para outro setor, para cobrir a falta de funcionários.

De acordo com funcionários do hospital, o bebê foi levado para a UTI neonatal do Pedro II.

Em nota enviada pela Secretaria municipal de Saúde, a direção do Hospital Pedro II informou que a "gestante chegou ao hospital no período expulsivo do trabalho de parto, sem que houvesse tempo para que fosse levada ao centro obstétrico". Ainda segundo a nota, o bebê nasceu com 36 semanas e se encontra sob cuidados médicos. O recém-nascido e mãe passam bem.

A direção do hospital afirma que, "na hora em que a mãe estava aguardando atendimento, quatro médicos obstetras estavam na unidade atendendo outras gestantes, além de três pessoas da equipe de acolhimento".

Fonte: Jornal Extra

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

São Miguel do Tapuio Por Valter Lima

Clube 3 Irmãos apresenta grandes bandas no aniversário de 16 anos

Inhuma-PI Por Juerismar Luis

Escolha do Livro Didático 2020

São João dos Patos - MA Por Cleyton Luis

Subtema e noitarios de hoje 24/08 do festejo de São Raimundo Nonato

Demerval Lobão - PI Por Katia Cruz

DL | Campanha pedras de castelo, participe!

Campo Largo-PI Por Roberto Freitas

Pais e mestres participam de reunião na E. M. de Campo Largo

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium