Sexta, 19 de julho de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Inovance super banner
Economia - Crescimento

Postada em 13/12/2018 ás 10h33 - atualizada em 13/12/2018 ás 10h38

Publicada por: Laurivânia Fernandes

Profissão de cuidador de idosos é a que mais cresceu no Brasil
O crescimento está relacionado ao envelhecimento da população, segundo a pasta.
Profissão de cuidador de idosos é a que mais cresceu no Brasil

Foto: Reprodução

O Ministério do Trabalho divulgou nesta quinta-feira (13) a Relação Anual de Informações Sociais (Rais), com dados sobre as profissões que apresentaram crescimento mais significativo nos últimos anos. A ocupação que mais cresceu no período analisado está relacionada ao envelhecimento da população, segundo a pasta. O número de pessoas trabalhando como cuidadores de idosos teve um aumento de 547%, passando de 5.263 profissionais em 2007 para 34.051 em 2017, dos quais 85% são mulheres com o ensino médio completo.

Os estados onde a atividade mais expandiu foram São Paulo, com 11.397 postos de trabalho criados no período; Minas Gerais, com 4.475 postos, e Rio Grande do Sul, com 2.288.

Segundo o ministro do Trabalho, Caio Vieira de Mello, o mercado de trabalho é muito dinâmico e os trabalhadores precisam de qualificação profissional para acompanhar as constantes mudanças provocadas pelas demandas da sociedade. “Focados nas necessidades do mercado, lançamos cursos como o Cuidando de Pessoas Idosas, que está entre os 10 cursos mais procurados na Escola do Trabalhador”, destacou o ministro. “O trabalhador qualificado é aquele que será empregado. Dado o desenvolvimento do mundo, todos precisam estar preparados para ter um futuro assegurado”, acrescentou.

O professor de nível superior na educação infantil é a segunda profissão com maior avanço nos últimos anos e registrou um aumento de 398%, saindo de 8.513 em 2007 para 42.391 trabalhadores em 2017. O maior acréscimo foi de profissionais do sexo masculino, entre 30 e 49 anos.

Os preparadores físicos ocupam a terceira posição no ranking das profissões que mais avançaram. Com um crescimento de 327%, saltou de 6.932 trabalhadores em 2007, para 20.952 em 2017. A ocupação tem maior participação masculina, na faixa etária de 25 a 39 anos. O maior crescimento desses profissionais foram registrados em estados da região sudeste: São Paulo registrou o aumento 6.149 postos de trabalho; Rio de Janeiro, 3.374, e Minas Gerais, 2.618 postos.

Na Agroindústria, os operadores de colheitadeira cresceram cerca de 253%, um aumento de 4.282 operadores em 2007 para 15.110 em 2017. A maior parte desses trabalhadores são homens entre 25 e 49 anos, com o ensino médio completo. Dos 10.828 postos criados no período, 5.552 foram em São Paulo, 1.158 em Goiás, e 1.158 no Paraná.

Na quinta posição aparecem os analistas de informações (pesquisadores de informações de rede), com um aumento de 224%. Foram 8.991 vagas de emprego criadas 2007 e 2017. A maioria dos analistas são homens com ensino superior completo.

Fonte: Jornal Extra

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Jornal Portal R10

»

Piracuruca Por Valdecir Lima & Larícia Castro

Culto marca posse do novo pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus em Pira

São João do Arraial-PI Por Leônidas Silva

Promoções de aniversário do Armazém Paraíba de São João do Arraial

Demerval Lobão - PI Por Katia Cruz

Prova eliminatória da eleição para Conselheiro Tutelar acontece domingo

Oeiras Por Thainah Cortez

Prefeito de Oeiras viaja ao exterior e presidente da Câmara assume

São José do Piauí Por Renê Ferreira

Rondonistas visitam comunidade rural em São José

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium