Sábado, 26 de setembro de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Camanha ProPiauí Julho
[email protected]
86 9 9834-2372
Oeiras

Oeiras

R10 municípios Correspondente do município.

[email protected]

86 9 9834-2372

Cidades -

Postada em 28/12/2018 ás 21h43

Publicada por: Thainah Cortez

Famílias são expropriadas e vivem em barracos improvisados em Oeiras
Famílias são expropriadas e vivem em barracos improvisados em Oeiras

Foto: Mural da Vila

 Cerca de 10 famílias estão morando em barracos improvisados, no Conjunto Wellington Gonzaga, em Oeiras após uma ordem judicial, que foi cumprida na semana do Natal.

Foram despejadas 32 famílias, sendo que algumas destas foram para a casa de parentes, outros voltaram para o aluguel e algumas famílias permanecem no local sem ter pra onde ir. Entre os que estão em barracos, há famílias com até oito crianças, que vivem em um ambiente totalmente insalubre, em barracas feitas de madeira e lonas plásticas e estão vivendo sem condições básicas de higiene, segurança e algumas até mesmo sem alimentos.

Segundo os ocupantes dos barracos, a ordem judicial foi expedida, após as casas serem invadidas depois de ficarem desocupadas por muitos anos. Eles contam quem resolveram ocupar os imóveis, por necessidade e que mesmo após a inauguração, as casas permaneceram fechadas por um longo tempo e, por não terem condições de pagarem aluguel resolveram ocupar as mesmas que possuem dois quartos, sala, cozinha, banheiro e área de serviço externo. Eles contam ainda que passaram aproximadamente três meses nas casas, recebendo a ordem judicial para que deixassem o local na semana passada, pois mesmo desocupadas as construções têm donos.

Os moradores dizem ainda que não têm para onde ir e também não possuem condições de pagar aluguel, sendo que um dos que estão vivendo nos barracos vive apenas do que consegue catar no aterro sanitário da cidade.

O Conjunto Wellington Gonzaga tem 95 casas e está situado ás margens da BR 230, no bairro Barrocão, e é resultado de uma parceria entre a Agência de Desenvolvimento Habitacional (ADH) e Caixa Econômica Federal e tem um investimento da ordem de R$1.330.000 (Um milhão trezentos e trinta mil reais) financiado pelo Projeto Semeando Moradia.

 

Fonte: Mural da Vila | Edição: Portal R10

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium