Sexta, 18 de janeiro de 2019
(86) 99915-1055
Desk Propaganda
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Brasil - Gen.Villas Boas

Postada em 12/01/2019 ás 10h35 - atualizada em 12/01/2019 ás 11h38

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Após deixar comando do Exército, Villas Boas vai assessorar Augusto Heleno
General disse que assumirá posto a convite de Bolsonaro
Após deixar comando do Exército, Villas Boas vai assessorar Augusto Heleno

O general Eduardo Villas Boas e o presidente Jair Bolsonaro, durante a transmissão de cargo no comando do Exército — Foto: Marcos Corrêa/PR

General disse que assumirá posto a convite de Bolsonaro. Mais cedo, nesta sexta, Villas Boas transmitiu o cargo de comandante do Exército a Edson Pujol após quatro anos no cargo

O ex-comandante do Exército general Eduardo Villas Boas informou nesta sexta-feira (11) que passará a atuar no Gabinete de Segurança Institucional (GSI), a convite do presidente Jair Bolsonaro.À TV Globo, o GSI informou que Villas Boas será assessor especial do ministro, Augusto Heleno.

"Gostaria de externar a minha felicidade por receber uma missão do PR @jairbolsonaro ao ser convidado para integrar o Gabinete de Segurança Institucional, no qual poderei continuar contribuindo para o desenvolvimento da nossa Pátria", escreveu o general no Twitter.

Mais cedo, nesta sexta-feira, Villas Boas transmitiu o cargo de comandante do Exército ao general Edson Pujol.

Há quatro anos no cargo, Eduardo Villas Boas assumiu o posto em janeiro de 2015, a convite da então presidente Dilma Rousseff.

Em 2016, quando Michel Temer assumiu a Presidência em razão do processo de impeachment, Villas Boas foi mantido no cargo.

O que faz o GSI

O Gabinete de Segurança Institucional é o ministério responsável pela coordenação da área de inteligência do governo, ao qual está subordinada a Agência Brasileira de Inteligência (Abin).

Cabe ao GSI, por exemplo, acompanhar questões com "potencial de risco" à estabilidade institucional, fazer a segurança pessoal do presidente da República e prevenir crises. O gabinete fica dentro do Palácio do Planalto, em Brasília.

Com informações do G1 e foto - O general Eduardo Villas Boas e o presidente Jair Bolsonaro, durante a transmissão de cargo no comando do Exército — Foto: Marcos Corrêa/PR

Fonte: G1

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Revista ADV
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium