Terça, 18 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

32°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
Brasil Velório
12/02/2019 08h02 Atualizada há 2 anos
Por: Bruna Sampaio

Corpo do jornalista Ricardo Boechat é velado

Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress
Foto: Jardiel Carvalho/Folhapress

O corpo do jornalista Ricardo Boechat, 66, morto após a queda de um helicóptero em São Paulo nesta segunda-feira (11), está sendo velado no MIS (Museu da Imagem e do Som), na zona sul da capital paulista.

O velório, aberto ao público, começou por volta da meia-noite desta terça (12). O caixão chegou ao museu às 23h20 e foi carregado até o auditório com a ajuda de familiares.

Na chegada do corpo, jornalistas e fãs, que aguardavam a cerimônia, receberam o caixão com uma salva de palmas. Durante as primeiras horas, familiares e amigos chegavam muito abalados ao museu.

Continua depois da publicidade

João Carlos Saad, presidente do Grupo Bandeirantes, foi um dos primeiros a chegar. Ainda sem acreditar, disse que Boechat deixa um grande aprendizado para o jornalismo.

Esteve também presente no velório o governador de São Paulo, João Doria. Ao lamentar a morte do âncora do jornal da Band, Doria disse que Boechat foi um grande defensor dos princípios da democracia no Brasil.

“Uma perda muito grande para todos os jornalistas que acreditam no valor da liberdade de imprensa e da qualidade da imprensa brasileira”, disse o governador.

Acompanhada das duas filhas e de Dona Mercedes, 86, mãe do Boechat, Veruska Boechat disse que a ficha ainda não caiu e agradeceu as condolências. “Ele foi o ateu que mais praticava o amor ao próximo”, disse a viúva.

Fonte: Folha de S. Paulo
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp