Quarta, 13 de novembro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Nova Comunicação
Sussuapara

Sussuapara

Seja um correspondente.

Cidades - Evento

Postada em 18/02/2019 ás 10h46

Publicada por: R10 municípios

Sussuapara promoveu semana de prevenção à gravidez na adolescência
A abertura do evento aconteceu na Unidade Básica de Saúde de Tamboril.
Sussuapara promoveu semana de prevenção à gravidez na adolescência

Foto: Divulgação/Picos 40 Graus

Em cumprimento à Lei nº 13.798, sancionada já este ano pelo presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, a Secretaria Municipal de Saúde de Sussuapara promoveu desde a última segunda-feira(11), até sexta-feira(15), a Semana de Prevenção da Gravidez na Adolescência. O objetivo é prevenir e reduzir incidência de casos de gravidez na adolescência, por meio de conscientização, distribuição de preservativos ou contraceptivos.

A abertura do evento aconteceu na Unidade Básica de Saúde de Tamboril e contou com a presença do prefeito Edvardo Antônio da Rocha, do vice-prefeito e secretário de Saúde, Naerton Silva Moura e da primeira-dama e secretária de Assistência Social, Jesuíta Araújo Rocha.

A referida lei incluiu a Semana Prevenção da Gravidez na Adolescência no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), justamente para disseminar informações sobre medidas preventivas e educativas sobre o tema. A desinformação e a falta de orientação sexual na família e na escola são questões que influenciam e trazem risco aos adolescentes que vão além da gravidez não planejada.

O secretário Naerton Moura destaca ser imprescindível a articulação de parcerias intersetoriais com o desenvolvimento de ações educativas em promoção de saúde, saúde sexual e reprodutiva, facilitando o acesso de adolescentes às unidades de saúde. “Quando se trabalha a conscientização pela prevenção da gestação, se instrumentaliza a proteção da Vida”, comentou.

Entre os problemas gerados estão a evasão escolar, a rejeição familiar, a não realização do pré-natal (o que traz uma série de riscos para a saúde da mãe e do bebê), o aborto em condições inseguras, o aborto espontâneo, a mortalidade materna e o nascimento prematuro.

Fonte: Picos 40 Graus

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium