Sábado, 19 de outubro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Made Propagnda
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Política - Venezuela

Postada em 23/02/2019 ás 12h15 - atualizada em 23/02/2019 ás 12h21

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Militares venezuelanos na fronteira desertam e seguem para a Colômbia
Os desertores usaram dois blindados de pequeno porte para romper contêineres
Militares venezuelanos na fronteira desertam e seguem para a Colômbia

No fim da noite desta sexta-feira, a vice de Nicolás Maduro anunciou o fechamento de todas as pontes que ligam a Venezuela à Colômbia

Militares venezuelanos na fronteira desertam e seguem para a Colômbia

Eles usaram dois blindados de pequeno porte para romper contêineres que haviam sido instalados na ponte para bloquear a passagem de veículos

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, postou um vídeo em seu perfil no Twitter, neste sábado (23), em que mostra o momento em que três militares da Guarda Nacional Bolivariana desertaram e passaram para a Colômbia, na ponte Francisco de Paula Santander, uma das ligações entre os dois países

Conforme O Globo, os desertores usaram dois blindados de pequeno porte para romper contêineres que haviam sido instalados na ponte para bloquear a passagem de veículos. A informação foi confirmada por um comunicado da Migração da Colômbia.

Um pouco mais cedo, tropas venezuelanas perto da fronteira com a Colômbia dispararam gás lacrimogêneo contra um grupo de pessoas que tentavam atravessar para o país vizinho, dizendo que iriam trabalhar.

No fim da noite desta sexta-feira, a vice de Nicolás Maduro anunciou o fechamento de todas as pontes que ligam a Venezuela à Colômbia.

Está prevista para este sábado a chegada da caravana organizada por líderes da oposição com ajuda humanitária ao país comandado por Maduro. São quase 200 toneladas de alimentos, remédios e itens de primeira necessidade.

Os responsáveis pela iniciativa dizem que conseguirão cruzar a fronteira, custe o que custar. Dizem também que não contarão com apoio militar para chegar ao território venezuelano com um comboio de cerca de 100 caminhões.

"Nossa proteção serão as pessoas, milhares de venezuelanos vão nos acompanhar, os soldados também estão passando fome, nós vamos conseguir, vamos atravessar", disse o deputado José Manuel Olivares, um dos principais organizadores da distribuição dos mantimentos a partir da Colômbia.

Vídeo de Juan Guaidó

https://twitter.com/i/status/1099295930573037568

 

Fonte: Minuto

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium