Quinta, 29 de Julho de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

27°

23° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília
Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.
Política Destaques na mídia
01/03/2019 16h55 Atualizada há 2 anos
Por: Jornalista Milton Atanazio

Os destaques desta sexta (01) nos principais jornais matutinos

Os destaques desta sexta (01) nos jornais matutinos

Bolsonaro admite reduzir idade de aposentadoria da mulher; PIB cresce somente 1,1% em 2018 e mais...

Em sua manchete, O Estado de S.Paulo informa que o presidente Jair Bolsonaro já admite – antes mesmo de começar a tramitação de fato da reforma da previdência – fazer alterações na proposta em troca de uma aprovação mais rápida na Câmara. De acordo com o matutino, um dos principais pontos que pode ser alterado é a idade mínima de aposentadoria das mulheres, que passaria de 62 para 60 anos.

Bolsonaro também sinalizou que pode alterar as regras de pensão por morte e o valor do benefício pago a idosos de baixa renda. O Estadão afirma que a postura de Bolsonaro é uma reação à insatisfação de parlamentares com alguns pontos da reforma inicial proposta, deixando o ministro Paulo Guedes (Economia) e sua equipe em situação difícil, já que as negociações ainda não começaram efetivamente.

Bolsonaro admite reduzir idade de aposentadoria da mulher
Bolsonaro admite reduzir idade de aposentadoria da mulher

As concessões de Bolsonaro surgiram em conversa com jornalistas realizada nesta quinta-feira (28) no Palácio do Planalto. A pesar das declarações do presidente, Paulo Guedes acredita que cada ponto alterado deve ter uma contrapartida em outra área para não prejudicar a projeção de economia de R$ 1 trilhão programada pelo governo. "Bolsonaro admite atenuar reforma; Guedes quer contrapartida", destaca o título principal do Estadão.

Continua depois da publicidade

O Globo também comenta as declarações de Bolsonaro de que o governo pode atenuar a reforma e enfatiza que analistas e parlamentares criticaram a pressa em se manifestar sobre concessões poucos dias após o envio da proposta ao Congresso.

Segundo o matutino carioca, a fala do presidente surpreendeu a equipe econômica e a flexibilização dos pontos já anunciados fará com que a economia gerada seja R$ 30 bilhões menor do que o esperado no período de 10 anos.

"Eu acho que dá para cortar um pouco de gordura e chegar a um bom termo, o que não pode é continuar como está", afirmou Bolsonaro. Para analistas, a declaração pode enfraquecer a proposta e mostrar aos parlamentares que outras concessões podem ser feitas. "Idade mínima pode cair a 60 para mulheres", aponta manchete do Globo.

A Folha de S.Paulo repercute a divulgação do PIB de 2018 pelo IBGE nesta quinta-feira (28) e afirma que o crescimento de 1,1% no ano passado em relação a 2017 representa um desafio para o governo de Jair Bolsonaro. Segundo o matutino, a expectativa de especialistas era de um crescimento de 3% e o índice menor apresentado pelo IBGE mostra que a economia deve continuar em recuperação lenta em 2019.

Após a divulgação dos números, o Ministério da Economia lançou um estudo no qual afirma que o ritmo de recuperação "tem se revelado muito lento" e enfatiza que o PIB per capita deve entrar em queda se a reforma da Previdência não for aprovada.

A Folha explica que o setor externo segurou o crescimento do PIB e enfatiza que o transporte por aplicativos teve impacto positivo pois aumentou a compra de carros para esse serviço. "Crescimento de 1,1% no PIB amplia desafio de Bolsonaro", sublinha a manchete da Folha.

Fonte: g1
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp