Terça, 16 de julho de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Brasil - Luiz Antônio Bonat

Postada em 10/03/2019 ás 09h09 - atualizada em 10/03/2019 ás 09h57

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Novo juiz da Lava Jato nega pedido de investigada para ir aos EUA
indeferiu o pedido de viagem para os EUA de uma investigada de um processo da 56ª fase da Lava jato
Novo juiz da Lava Jato nega pedido de investigada para ir aos EUA

O juiz federal Luiz Antônio Bonat

 

Um dia depois de assumir o comando dos processos em primeira instância da Operação Lava Jato no Paraná, o juiz federal Luiz Antônio Bonat indeferiu o pedido de viagem para os Estados Unidos de uma investigada de um processo da 56ª fase da operação.

Na decisão publicada na noite desta quinta-feira (7), Luiz Antônio Bonat negou o pedido da defesa de Marcia Mileguir, que solicitou autorização para viajar para os Estados Unidos com o intuito de acompanhar o tratamento médico do filho que, segundo os advogados, possui doença agravada após tratamento frustrado no Brasil.

O juiz afirmou que apenas um dos documentos apresentados pela defesa é relevante para tentar justificar a necessidade da viagem e, ainda assim, trata-se de um laudo emitido há 10 meses, o que, segundo Bonat, não é suficiente para confirmar a importância do tratamento no exterior.

“O documento por si só não é suficiente para confirmar que o filho da acusada já realizou tratamento frustrado no Brasil, que possui problema sério ou urgente, e que somente poderia ser tratado nos Estados Unidos da América”, argumentou o magistrado.

Ao indeferir o pedido, Luiz Antônio Bonat adotou o mesmo posicionamento do Ministério Público Federal (MPF), que também se manifestou contrário à autorização da viagem. Márcia Mileguir teve seu passaporte retido como medida cautelar alternativa à prisão e precisa da autorização da Justiça para sair do Brasil.

Além de afirmar que Marcia Mileguir não comprovou a necessidade da viagem, o juiz acompanha os procuradores da força-tarefa da Lava Jato ao lembrar que a investigada é suspeita de operar contas de offshore no exterior e que seu marido, David Arazi, é corréu no processo, possui residência nos Estados Unidos e encontra-se foragido da Justiça com prisão preventiva decretada em outra ação penal.

Entenda o caso

Em documento enviado no dia 8 de fevereiro, os advogados de Marcia Mileguir pediram autorização para que a investigada faça viagem aos Estados Unidos para acompanhar o tratamento médico do filho que, segundo a defesa, possui uma patologia que foi agravada por cirurgia realizada recentemente.

Em resposta ao pedido, a juíza substituta Gabriela Hardt – que respondeu pelos processos por um tempo após a saída de Sérgio Moro - pediu que os advogados dessem mais esclarecimentos sobre o tempo de duração da viagem e se Marcia precisaria de dispensa das oitivas das testemunhas de defesa e acusação no processo. Os advogados afirmaram que a viagem duraria de 20 a 30 dias e que não implicaria em ausência da investigada nas oitivas.

Na manifestação contrária ao pedido, o MPF reiterou que a afirmação “vaga” do período da viagem mostra que não há compromissos médicos agendados.

“Acenou a requerente, vagamente, tão somente que “o período de viagem teria a duração aproximada de 20 a 30 dias”, o que, por si só, denuncia a ausência de agendamento de compromissos médicos concretos e mesmo de um plano real para o declarado tratamento médico”, afirmou o MPF.

Marcia Mileguir é uma das investigadas na 56ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal em novembro de 2018, que apura o superfaturamento na construção da sede da Petrobras em Salvador, na Bahia. O Ministério Público Federal denunciou 42 pessoas suspeitas de atuar no esquema de corrupção.

 

Fonte: g1

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium