Terça, 16 de julho de 2019
(86) 99915-1055
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
[email protected]
(61) 98191-9906
FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

FOCO NA POLÍTICA - Direto de Brasília

Jornalista Milton Atanazio Jornalista, comunicador, árbitro judicial, consultor diplomático, cônsul honorário da Bielorrússia, editor da Revista VOX e Publisher da BrazilianNEWS.

[email protected]

(61) 98191-9906

Política - Previdência

Postada em 10/03/2019 ás 09h20

Publicada por: Jornalista Milton Atanazio

Maia visita Bolsonaro no Alvorada para tratar da Previdência
Presidente da Câmara permaneceu na residência por cerca de uma hora
Maia visita Bolsonaro no Alvorada para tratar da Previdência

Maia esteve no Palácio da Alvorada por cerca de uma hora e saiu sem falar com a imprensa.

Maia visita Bolsonaro no Alvorada para tratar da Previdência

Presidente da Câmara permaneceu na residência por cerca de uma hora

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), encontrou-se com o presidente Jair Bolsonaro (PSL) na manhã deste sábado (9) para conversar sobre a tramitação da proposta de reforma da Previdência.

Maia esteve no Palácio da Alvorada por cerca de uma hora e saiu sem falar com a imprensa.

Nesta sexta (8), o presidente da Câmara afirmou que a CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) deverá ser instalada na próxima quarta-feira (13).

O governo espera com ansiedade o início dos trabalhos da comissão, já que é por ela que passará primeiro a proposta de emenda constitucional da reforma da Previdência.

Os líderes partidários devem começar a indicar os nomes para o colegiado na segunda-feira (11). O grupo da articulação política do Planalto diz que espera contar com a ajuda de Maia para convencê-los a indicar deputados que "tenham carinho" pela reforma.

O governo calcula ainda não ter o número de votos necessários para aprovar a proposta.

Também na sexta, Bolsonaro afirmou acreditar que o governo conseguirá aprovar a reforma no primeiro semestre deste ano.

"Acredito que sim. Não pode levar um ano para aprovar uma reforma. Nós aqui vamos fazer de tudo para que ela não seja desidratada, mas respeitamos a autonomia do Parlamento se alguma mudança for feita", declarou.

Bolsonaro disse que, apesar de ser uma "medida amarga", a Previdência é de interesse de todos, e citou os presidentes da Câmara e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

"Sabemos que alguns aspectos são uma medida amarga, mas é uma resposta que temos que dar, de uma política sem muita responsabilidade que foi feita ao longo dos últimos anos, e tem que dar um freio de arrumação agora. Até os militares vão entrar com a sua cota de sacrifício", disse. Com informações da Folhapress.

 

Fonte: Folhapress

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium