Domingo, 26 de Junho de 2022
86 9 98219621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 99800-8359

32°

21° 34°

Teresina - PI

Últimas notícias
Francisco Rocha
Francisco Rocha Francisco Rocha é blogueiro do Município de Cabeceiras do Piauí
Cidades Prisão
13/03/2019 10h37 Atualizada há 3 anos
Por: Francisco Rocha

Acusado de tentativa de homicídio é preso após 72 horas de cerco policial

Depois de um cerco que durou mais de 72 horas as Polícias Civil e Militar de Campo Maior, com apoio das PM’s de Cabeceiras do Piauí, Nossa Senhora de Nazaré, Jatobá do Piauí e do D.O.E – Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil do Piauí, conseguiram prender Adverson dos Santos Souza, vulgo “Nem Bundão“ na localidade Buritizinho, zona rural de Campo Maior- PI.

Nem Bundão” foi capturado na noite desta terça-feira (12) quando sua mãe e sua companheira, identificada como Cristiana da Silva Caldas, 42 anos, tentavam resgatá-lo em meio ao matagal. Os três, com apoio de uma motocicleta, ainda empreenderam fuga, mas acabaram sendo avistados e  perseguidos por agentes do D.O.E até sofrerem um acidente ao baterem em uma cerca.

(Foto: Divulgação PM).
(Foto: Divulgação PM).

A fuga de “Nem Bundão” acontecia desde o último sábado (09) após ele ser acusado de uma tentativa de homicídio contra um jovem identificado por José Francisco de Sousa Filho, que recebeu um tiro de arma de fogo na região do pescoço. O crime aconteceu na Comunidade Porção II, zona rural de Campo Maior.

No domingo (10), 24 horas depois da polícia iniciar as buscas, aconteceu a prisão de um casal de “capachos” de “Nem Bundão”, na apreensão de motocicletas e de três armas sendo uma calibre 38, outra calibre 32 e uma pistola 380. O casal foi identificado por Maria das Dores da Fonseca e Francisco Antônio Costa, eles foram autuados por posse ilegal de armas e de acobertar “Nem Bundão” em uma residência na localidade Cajueiro, divisa de Campo Maior com o município de Cabeceiras do Piauí.

Na abordagem, a polícia conseguiu capturar o casal, mas “Nem Bundão” empreendeu fuga em direção a Cabeceiras do Piauí. Ele ficou dois dias dentro da mata até quando nesta terça-feira (12) foi preso após uma tentativa frustrada de resgate realizado por sua mãe e companheira.

Fonte: Portaldeolho.com
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp