Terça, 23 de abril de 2019
(86) 99915-1055
Governo do Estado
Política - Investigados

Postada em 19/03/2019 ás 09h57 - atualizada em 19/03/2019 ás 10h24

Publicada por: Bruno Paz

PGR pede abertura de investigação contra Senadores e deputados
A ação envolve parlamentares dos partidos MDB, PT e Pros.
PGR pede abertura de investigação contra Senadores e deputados

Foto:João Américo/Secom/PGR

Em decorrência do conteúdo de duas colaborações premiadas ainda sob sigilo, homologadas pelo ministro Edson Fachin, a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF), nesta segunda-feira (18), a abertura de 18 investigações autônomas envolvendo deputados federais e senadores do MDB, do PT e do Pros suspeitos de participação em um esquema de pagamento e recebimento de propina na Petrobras. No documento, a PGR requer ainda o desmembramento de parte dos processos, e a remessa ao juízo competente, dos documentos envolvendo pessoas sem foro por prerrogativa de função. A depender das irregularidades constatadas, Dodge opina pelo envio para a 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba e para a 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro – onde tramitam inquéritos da Operação Lava Jato – ou para Procuradorias da República no Pará e no Rio de Janeiro, para acompanhamento.

No documento enviado ao STF, Raquel Dodge esclarece que a cisão requerida não implica definição de competência judicial, que deverá ser posteriormente avaliada nas instâncias próprias e diante da denúncia feita pelo Ministério Público. “As indicações de declínio de competência feitas nesta fase investigatória [inquérito] têm base em juízos aparentes, incipientes e precários da participação de pessoa com ou sem foro com prerrogativa ou de elementos do tipo penal investigado, para o processamento do feito, e que o reconhecimento da competência judicial para processar e julgar a ação penal será feito no momento processual oportuno”, afirmou.

Ao final, a PGR destacou também a importância da manutenção do sigilo dos depoimentos e das investigações em respeito ao estabelecido na Lei 12.850 – que regulamenta a colaboração premiada e também para garantir mais efetividade das investigações que serão iniciadas. Ao todo, são mais de 90 termos de colaboração cujas informações serão objeto de apuração.

Fonte: MPF

R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
TV R10

»

Revista ADV

»

Jaicós Por Emanuel Jonata Soares

Secretaria de cultura promove curso de manicure e pedicure

Patos do Piauí Por R10 municípios

Grande final do Campeonato de Futebol Amador acontece no sábado

Altos-PI Por Jair Fran

Crianças de Altos recebem kits de incentivo à leitura

Olho D'água do Piauí Por Jô Mendes

Primeira-dama de Olho D'Água participa de Congresso do COSEMS

Água Branca-PI Por Lenno Oliveira

II Campeonato de Pescaria de Água Branca reúne pescadores na Orla do Açude

Mais lidas da semana

»

Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium