Terça, 18 de Maio de 2021
86 9 9821-9621

Redação

Whatsapp / Sugestôes

(86) 99821-9621

Cristina

Publicidade

(86) 98195-0154

32°

23° 32°

Teresina - PI

Últimas notícias
Polícia Crime
21/03/2019 07h56 Atualizada há 2 anos
Por: Gustavo Henrique

Aluna agride e ameaça professora de morte dentro de escola no PI

Foto: Divulgação/Revista Opinião
Foto: Divulgação/Revista Opinião

Uma jovem identificada como Vanessa da Rocha Oliveira, 18 anos de idade, aluna do EJA (Educação Para Jovens e Adultos), em José de Freitas, foi presa por policiais militares na tarde da terça-feira(19), dentro da própria Escola.

A aluna foi detida após agredir, ferir e ainda ameaçar de morte a professora e Coordenadora, Maria de Nazareth Alves Ferreira Neta, de 47 anos de idade.

Segundo informações da coordenadora que confirmou as agressões, tudo começou quando a aluna chegou na sala que funciona a secretaria escolar,  e perguntou se podia ir embora. Oportunidade em que foi indagada pela vítima, o motivo para ir embora naquele horário, Vanessa teria respondido de forma grosseira e com xingamentos, chegando a afirmar que a escola tem muito barulho, sendo um inferno e não queria mais estudar na mesma.

Continua depois da publicidade

No momento a Coordenadora, que estava responsável pela escola, pediu para que ela se acalmasse e aguardasse a diretora, que estava em reunião na secretaria Municipal de Educação, Vanessa então insistiu em permanecer na sala reservada para os professores e Coordenadores. Narazeth contou que pediu para ela esperar na sala de aula, neste instante Vanessa teria agredido a mesma com várias palavras de baixo calão, batendo inclusive a porta de forma violenta ao sair do sala, iniciando um tumulto dentro do prédio Escolar.

A polícia compareceu ao local, onde efetuou a prisão da mesma ainda dentro do prédio Escolar e em seguida conduziu a jovem para a delegacia de polícia civil de José de Freitas.

A vítima deu entrada na urgência do Hospital Nossa Senhora do Livramento, onde passou por vários procedimentos médicos devidos as agressões e hematomas no corpo. A secretária Municipal de Educação, Professora Amparo Holanda, deve tomar as providência entorno do caso.

Fonte: Revista Opinião
Veja também
Desenvolvido por: Lenium®
Nosso grupo do WhatsAppWhatsApp