Terça, 15 de outubro de 2019
(86) 98111-9939
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Equatorial - Energia
[email protected]
(89) 99900-0503
Inhuma-PI

Inhuma-PI

Juerismar Luis Correspondente do município.

[email protected]

(89) 99900-0503

Cidades - 3º

Postada em 08/04/2019 ás 12h15 - atualizada em 08/04/2019 ás 12h28

Publicada por: R10 municípios

Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa é realizada em Inhuma
Ao final foi dividido os grupos de debates para discussão sobre os eixos e proposta de melhorias.
Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa é realizada em Inhuma

Foto: Reprodução/Cidades na Net

A Prefeitura Municipal de Inhuma, na administração do prefeito Silva Júnior, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Ação Comunitária (SEMTAC), realizou na manhã deste domingo (07), a 3ª Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. Com o tema: Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas”, o evento aconteceu no Centro de Convivência do Idoso.

Diversas pessoas assistiram a palestra ministrada pelo presidente Estadual do Conselho do Idoso, Anfrísio de Moura Neto que tratou sobre os eixos temáticos como: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas; Educação que trata sobre a segurança dos direitos e emancipação humana; enfrentamento da Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa e os Conselhos de Direitos e seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas. Como sub-eixos serão interpelados a respeito da Saúde, Assistência Social, Previdência, Moradia, Transporte, Cultura, Esporte e Lazer.

Durante discurso, na mesa de honra, o prefeito de Inhuma garantiu apoio em ações que vislumbrem o desenvolvimento das atividades em prol da defesa dos direitos da pessoa idosa.

“Nossa administração sempre apoiou ações voltadas para os idosos para garantir qualidade de vida e direitos que os idosos merecem. Hoje aqui é para garantir os direitos e pra trazer melhorias para os idosos”, ressaltou o prefeito Silva Júnior.

Secretária municipal de Saúde e primeira-dama, Maxshuellma Rufino, que já geriu a SEMTAC  de Inhuma falou sobre a conferencia e enfatizou a implementação das atividades voltadas para todas as faixas etárias, desde crianças e adolescentes, mulheres, gestantes e o trabalho com os idosos no processo de sociabilidade e inclusão.

“Começamos a implementar serviços que fizessem eles participar ativamente da vida e da política  pública voltada para pessoa idosa. Implantamos serviços como a capoterapia, como forma de valorização e prestígio à pessoa idosa, entre outras ações. Quero dizer que procurem a Secretaria de Saúde, a Assistência Social, busquem por seus direitos porque nós da gestão sempre apoiamos a causa e, por isso que podem contar conosco”, destacou.

Ao final foi dividido os grupos de debates para discussão sobre os eixos e proposta de melhorias e a formação da delegação, para a participar na Conferência Estadual do Direitos da Pessoa Idosa.

“Hoje estamos parabenizando toda a equipe que organizou o evento e de forma muito especial e carinhosa, poder conviver com eles e saber que Inhuma está sempre voltada para a defesa dos direitos da pessoa idosa”, concluiu a primeira-dama.

A secretária municipal de Trabalho e Ação Comunitária, Rosimar Pacheco, no uso da palavra, declarou sentir-se honrada pela participação de todos os idosos e demais pessoas.

“Hoje é um dia muito especial. Me sinto muito honrada por vocês estarem aqui. Assumi a Secretaria e com o apoio do nosso prefeito, Silva Júnior, conseguimos ampliar nossos serviços e trazer 40 idosos da comunidade Curral Velho. A intenção da nossa equipe é ampliar mais esses serviços porque ao falar de “idoso” é falarmos da gente, poque queremos um dia chegar a idade que vocês têm e ter a mesma oportunidade. Tem que ter amor, carinho, cuidado, ternura. Temos que mostrar que os idosos têm direitos iguais aos cidadãos. Agradeço a presença de cada um de vocês. Agradeço pelo apoio do prefeito em tudo e que sempre está presente. Agradeço à equipe da Assistência Social que incansavelmente trabalhou para isso acontecer”, concluiu.

Presidente do Conselho Municipal do Idoso, Joana Valéria Mendes, destacou sobre os anseios e os direitos dos idosos.

“Este momento da 3ª Conferencia Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa como manifesto público do desejo da população brasileira deve ser respeitado seu direito de viver e de envelhecer com dignidade, pois quando a velhice é respeitada a sociedade demonstra que o direito a vida está sendo respeitado […] o tema dessa conferencia pretende abranger o direito a uma velhice com dignidade para alertar gestores e sociedade civil à apoiarem todas as lutas que resultam em políticas que garantem o direito a cada brasileiro de envelhecer bem”, disse a presidente do Conselho Municipal.

O palestrante e presidente do Conselho Estadual do Idoso, Anfrísio Neto, fez um resgate temporal sobre as expectativas de vida do brasileiro, de acordo com o Ministério da Saúde, destacando a expectativa de vida no Brasil e também mencionando dados sobre a número de habitantes no município inhumense.

“As política públicas não cabem apenas aos idosos. Cabem a todos da sociedade, à juventude, porque a medida em que o tempo vai passando nós vamos envelhecendo. No Brasil a expectativa de vida era de 68 anos até o anos 2000. Desde o ano de 2000 até 2018 subiu para 78 anos. Em 2050 teremos pessoas acima de 60 anos mais do que jovens até os 15 anos de idade”, disse.

De acordo com dados, o município de Inhuma possui população de 15.296 habitantes. Desse total, 7.796 residem na zona rural, somando 296 pessoas de diferença entre residentes na zona rural e urbana.

Na abertura do evento foi apresentado uma peça teatral, denominada Carta de um idoso para seu filho com os atores idosos Lourdes Quaresma e José Airton, que retrataram os maus-tratos sofridos pela pessoa idosa.

O professor do Instituto IESC de Inhuma, Wanderson Cardoso, um dos coordenadores da peça explica como foi desenvolvida.

“Tentamos mostrar de acordo com o tema da Conferência o que acontece nos dias com a pessoa idosa frente aos direitos  como saúde, moradia e alimentação. Essa peça conta a história de uma idosa que sofria maus-tratos por parte da sua nora e não tinha alimentação e nem direitos de administrar seus bens. Ela dava todo amor para seu filho, mas não era retribuída e foi quando seu amigo, o José, recomendou o Conselho do Idoso. Logo depois que ela teve esse acompanhamento tudo melhorou”, explicou.

A estudante do curso de Enfermagem do Instituto de Educação Superior Silva Cruz (IESC), Marlene Silva, participante do evento afirmou que a oportunidade é de grande valia.

“É um evento em que traz oportunidade para levar o conhecimento para o nosso futuro em respeitar, ter mais amor e carinho com nosso idosos. Agradeço ao prefeito e primeira-dama pela oportunidade muito rica e única. É importante também por conta da nossa vida acadêmica, devido às disciplinas do curso, e, ter que saber lidar com os idosos, ter o conhecimento de seus direitos e limitações”, disse a estudante.

Maria Barbosa do Nascimento, 66 anos, marcou presença na conferencia e disse que é de grande valor para o esclarecimento sobre os direitos da pessoa idosa.

“É de grande valia porque esclarece muitas coisas pra gente, pois a situação de violência está muito avançada e assim também sabemos mais dos nossos direitos”, avaliou.

Membro do Conselho do Idoso pela Igreja Católica, Maria de Fátima Carvalho, disse que a realização da conferência serve para cuidar das questões do idoso.

“O principal problema dos nossos idosos é a falta de respeito e nós sabemos que está cada dia aumentando o número de idosos. Precisa ter mais cuidados, mais atenção e conhecimento. O Estatuto do Idoso em si é muito bom, só precisa ser seguido. Hoje temos a prova de que está avançando porque as pessoas querem saber mais, estão mais interessadas. O problema que vejo é a falta de Educação do nosso pais. A partir do momento que as pessoas passam a ter mais educação, as coisas fluem”, ressaltou Maria de Fátima.

Idoso de 80 anos, Manoel Liberalino Ferreira, disse que gostou do que foi apresentado e necessita de ser seguido.

“Gostei muito da palestra e tem que ser feito do jeito que foi dito aqui”, pontuou.

Houve a participação do professor de capoterapia, Denis Costa, que dinamizou atividades de relaxamento e descontração com o público.

Fonte: Cidades na Net

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2019 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium