Domingo, 05 de abril de 2020
86 9 9834-2372
Receba notícias pelo WhatsApp WhatsApp
Governo Full Banner Cachoeiras
[email protected]
86 9 9834-2372
Curiosidades

Curiosidades

Curiosidades Coluna de notícias curiosas.

[email protected]

86 9 9834-2372

Geral - Curiosidades

Postada em 09/04/2019 ás 14h27 - atualizada em 09/04/2019 ás 14h28

Publicada por: Curiosidades

A popular planta usada na culinária que previne a perda de memória
Ingerir alho pode prevenir o esquecimento experienciado.
A popular planta usada na culinária que previne a perda de memória

Imagem ilustrativa

O composto natural encontrado no alho – denominado de sulfeto alílico – melhora a saúde das bactérias presentes no intestino e consequentemente a saúde cognitiva da população mais idosa.

Os cientistas norte-americanos apuraram que aquele composto restaura triliões de microorganismos – também conhecidos por microbiota – no intestino.

Pesquisas anteriores já haviam sublinhado a importância do microbiota intestinal na manutenção da saúde, mas poucos estudos haviam explorado o bem-estar do intestino e as doenças neurológicas normalmente associadas ao envelhecimento.

O médico e cientista Jyotirmaya Behera, docente na Universidade de Louisville no estado do Kentucky, disse: “Os dados apurados sugerem que o consumo dietético de alho pode ajudar a manter os microorganismos do intestino saudáveis e melhorar a capacidade cognitiva e de raciocínio na população mais idosa”.

A co-autora do estudo Neetu Tyagi acrescentou: "A diversidade das bactérias do intestino diminui à medida que envelhecemos, numa idade mais avançada normalmente surgem doenças como Alzheimer e Parkinson e a capacidade de memória tende a decair”.

Para efeitos daquela pesquisa, a equipe testou a teoria em ratos idosos de 24 meses, o que equivale à idade humana entre os 56 e os 69 anos.

Foi dado aos roedores sulfeto alílico e esses bichos foram comparados a ratos mais novos e da mesma idade que não receberam aquela substância.

Os resultados revelaram que os ratos mais velhos que consumiram o suplemento, tiveram uma melhor memória a curto e médio prazo, assim como uma melhor saúde intestinal.

Pesquisas subsequentes apuraram que o sulfeto alílico preserva ainda uma expressão genética derivada de um fator neuronal natriurético no cérebro que é crucial para a preservação da memória.

Fonte: Lifestyle ao Minuto

O conteúdo divulgado aqui neste espaço através de fotos, textos, vídeos e/ou opiniões são de inteira responsabilidade de seus autores. O conteúdo divulgado não expressa e não mantém nenhuma relação com a linha editorial e a visão do PortalR10.
R10 no Facebook:
imprimir
Veja também
Jornal Portal R10
Últimas
Mais lidas da semana
TV R10
Municípios
© Copyright 2020 - Portal R10 - Todos os direitos reservados
R10 TV Municípios Colunas Anuncie Fale conosco
Site desenvolvido pela Lenium